Ministério da Justiça faz alerta à TV Record

O diretor da Coordenação-geral de Justiça, Títulos e Qualificação do Ministério da Justiça, Mozart Rodrigues da Silva, fez hoje um alerta "informal", por telefone, à direção Rede Record sobre a exibição do filme Fogo Contra Fogo, na tarde do último domingo em horário considerado impróprio. O filme, estrelado por Al Pacino e Robert de Niro, apresentou cenas de violência e só poderia ser exibido a partir das 21 horas. O Ministério da Justiça, no entanto, não irá adotar providências jurídicas uma vez que espera que parta das emissoras de TV a iniciativa para o cumprimento da portaria de classificação. Há duas semanas, o Ministério da Justiça fez outro alerta informal ao SBT sobre cenas do quadro A Banheira do Gugu, no programa de Gugu Liberato, que mostrava closes das partes genitais dos atores. Segundo o Ministério da Justiça, a partir deste aviso o quadro já apresentou melhora no último domingo, enquadrando-se nas normas da portaria de classificação.

Agencia Estado,

20 de setembro de 2000 | 16h24

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.