Minissérie reúne Thiago Lacerda e Maria Fernanda

Um piano e um microfone. A princípio, esse será o motivo que unirá o casal Mário Lopes (Thiago Lacerda) e a aspirante a cantora de rádio Isa Galvão (Maria Fernanda Cândido), na minissérie Aquarela do Brasil. Superadas as formalidades iniciais, o casal começa a se envolver, percebendo que, além da música, o desejo também "canta" mais alto. Nos próximos capítulos da minissérie, Isa embarcará para o Rio de Janeiro, justificando aos pais que irá atrás do paradeiro do tio Felipe (Marco Ricca) e do sonho de tornar-se cantora de rádio. Mesmo apaixonada pelo capitão Hélio (Edson Celulari), a mudança de cidade aproximará a jovem do pianista.O militar, que enfrenta uma crise no noivado com Beatriz (Flávia Alessandra), conta para a mãe Glória (Nicette Bruno) que se apaixonou por outra mulher. Certo de que precisa rever Isa antes de tomar qualquer decisão sobre seu futuro casamento, Hélio resolve ir até Arrozal, sem imaginar que neste exato momento Isa está no quartel no Rio de Janeiro. Depois de assistir a uma cerimônia militar, Isa é recebida pelo coronel Mendes (Othon Bastos), que pede a ela que não atrapalhe o casamento de Hélio. Decepcionada, ela parte então para a rádio Carioca e cruza com Mário nos estúdios, momentos antes dele ser preso por agentes do Dops, acusado de ajudar espiões judeus. Com a amizade entre Mário e Isa, está formado o triângulo amoroso idealizado pelo autor Lauro César Muniz. "Esse triângulo está inserido num clima de mistério, na tensão policial e dentro de um levantamento histórico da década de 40", explica.Segundo ele, Isa não esquecerá seu amor pelo capitão, mas ficará indecisa ao encontrar um homem que, como ela, também nutre a paixão pela música. "Já o capitão Hélio ficará divido entre o amor à pátria e à amada", conta Lauro César. Com o convite de participar da nova minissérie da Globo, os ex-imigrantes italianos em Terra Nostra - Thiago Lacerda e Maria Fernanda - deixaram para trás a chorona Giuliana (Ana Paula Arósio) e o banqueiro Francesco (Raul Cortez) para viverem uma história de amor na era do rádio. "Somos dois atores jovens com muita vontade de fazer um trabalho bem feito", diz Thiago. Longe da fábrica de macarrão de Paola, Maria Fernanda Cândido vive sua primeira protagonista, aos 26 anos. "A Isa ficará muito dividida entre dois amores. Ela é apaixonada pelo capitão Hélio, mas se sentirá atraída pelo pianista Mário por causa da música", revela. "Acho maravilhoso estar trabalhando com um grande colega como o Thiago." Agência Estado - Vocês não temeram emendar um trabalho no outro, saindo de "Terra Nostra" há tão pouco tempo?Maria Fernanda Cândido - É claro que fiquei com medo. Pensei em recusar porque achei que não daria tempo para compor a personagem. Mas quando o Jayme (Monjardim) me mandou os primeiros capítulos, mudei de idéia na hora. Fiquei apaixonada pela história e senti que não podia dizer não.Thiago Lacerda - Também tive receio do desgaste da minha imagem, mas me tranqüilizei por estar trazendo à tevê um trabalho totalmente diferente do Matheo de "Terra Nostra".AE - Como o período entre um trabalho e outro foi curto, como vocês se prepararam para compor os personagens?Maria Fernanda - Estudei o repertório dos anos 40 e fiz aula de canto. Também continuo com minhas aulas de técnica vocal.Thiago - Assisti palestras sobre música, história da era do rádio, judeus, 2.ª Guerra Mundial, tudo para construir o Mário. Também fiz algumas aulas de piano. AE - Qual a diferença entre a Isa e a Paola, e entre o Matheo e o Mário? Maria Fernanda - A Paola era muito sincera e tinha uma franqueza impressionante. Já a Isa é uma pessoa que acredita muito na vida e nos seus sonhos. Na verdade, me identifico com as duas.Thiago - O Mário Lopes é muito mais complexo que o Matheo. Ele tem um engajamento político muito forte e um jeitão de malandro conquistador. A responsabilidade que tenho com o Mário é muito maior por causa do sucesso que foi o Matheo. AE - A Isa ficará dividida entre dois amores. Por qual deles você torce?Maria Fernanda - Não sei. O capitão Hélio é o primeiro grande amor da vida da Isa. Já o Mário acontece no momento em que ela deixa sua cidade e parte para o Rio de Janeiro. Entre ela e o pianista há um elo muito forte, que é a música. AE - Com o sucesso de "Terra Nostra" vocês se tornaram alvo dos fãs e da mídia. Isso incomoda ?Maria Fernanda- Não sou muito abordada na rua, só quando saio do eixo Rio-São Paulo. Já a mídia sempre me arranja uma lista de namorados com gente que eu nem conheço (risos!).Thiago - O sucesso é um processo natural, a conseqüência do seu trabalho. Não reclamo disso, mas precisei sumir da vista das pessoas por um tempo para poder me preparar para fazer o Mário. O Matheo foi um sucesso alucinante, e hoje estou mais preparado para enfrentar a repercussão do Mário. No que depender de mim, esse personagem será outro sucesso.

Agencia Estado,

03 de setembro de 2000 | 21h43

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.