Minha Trilha

Teresa Cristina

, O Estado de S.Paulo

18 de dezembro de 2010 | 00h00

Um trilha para o lado B sentimental da sambista

1. JUST LIKE HEAVEN -

The Cure.

"Eu comecei a ouvir The Cure com 16, mas na época eu era metaleira e não podia admitir que gostava do Robert Smith. Essa me acompanha até hoje. É para curar dor de cotovelo e ouvir antes do show."

2. MEU PEQUENO CACHOEIRO - Roberto Carlos.

"Roberto fez a trilha da minha

infância. Eu ficava triste quando ouvia esta porque ele falava da saudade e eu ficava com pena. Não conseguia separar o cantor das canções (risos)."

3. LITTLE GUITARS -

Van Halen.

"Tem uns riffs incríveis, que não saem da cabeça. Posso ficar o dia inteiro ouvindo e dançando."

4. PARA NÃO CONTRARIAR VOCÊ - Paulinho da Viola.

"Essa é toda lírica, toda bonitinha e de repente, o Paulinho, um cara ultrarrefinado, passa uma cantada totalmente inesperada na musa da canção: "Mas aceito um beijo se você quiser me dar." É totalmente surpreendente."

5. O QUE É QUE HÁ - Fábio Jr.

"Tive várias paixões platônicas. Uma delas foi por um menino que morava perto e estudava comigo. Eu nunca tive coragem de falar com ele e quando cheguei perto, ele ficou com a minha amiga. Aí fiquei ouvindo Fábio Jr."

6. LOLA - Chico Buarque.

"Fala daquela surpresa que é a chegada da paixão em nossas vidas: "Gosto de você chegar assim, arrancando páginas dentro de mim." A versão da Cristina Buarque é a mais sincera que já ouvi."

7. ENJOY THE SILENCE - Depeche Mode.

"Uma das melhores letras do universo. Melodia linda, guitarra genial. Em qualquer lugar que tocar, eu paro para ouvir."

8. CARA LIMPA - Paulo Vanzolini.

"Dor de cotovelo a gente tem que assumir que tem. Se você evitar, ela fica. Essa música fala disso."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.