Minha Trilha

Teresa Cristina

, O Estado de S.Paulo

18 de dezembro de 2010 | 00h00

Um trilha para o lado B sentimental da sambista

1. JUST LIKE HEAVEN -

The Cure.

"Eu comecei a ouvir The Cure com 16, mas na época eu era metaleira e não podia admitir que gostava do Robert Smith. Essa me acompanha até hoje. É para curar dor de cotovelo e ouvir antes do show."

2. MEU PEQUENO CACHOEIRO - Roberto Carlos.

"Roberto fez a trilha da minha

infância. Eu ficava triste quando ouvia esta porque ele falava da saudade e eu ficava com pena. Não conseguia separar o cantor das canções (risos)."

3. LITTLE GUITARS -

Van Halen.

"Tem uns riffs incríveis, que não saem da cabeça. Posso ficar o dia inteiro ouvindo e dançando."

4. PARA NÃO CONTRARIAR VOCÊ - Paulinho da Viola.

"Essa é toda lírica, toda bonitinha e de repente, o Paulinho, um cara ultrarrefinado, passa uma cantada totalmente inesperada na musa da canção: "Mas aceito um beijo se você quiser me dar." É totalmente surpreendente."

5. O QUE É QUE HÁ - Fábio Jr.

"Tive várias paixões platônicas. Uma delas foi por um menino que morava perto e estudava comigo. Eu nunca tive coragem de falar com ele e quando cheguei perto, ele ficou com a minha amiga. Aí fiquei ouvindo Fábio Jr."

6. LOLA - Chico Buarque.

"Fala daquela surpresa que é a chegada da paixão em nossas vidas: "Gosto de você chegar assim, arrancando páginas dentro de mim." A versão da Cristina Buarque é a mais sincera que já ouvi."

7. ENJOY THE SILENCE - Depeche Mode.

"Uma das melhores letras do universo. Melodia linda, guitarra genial. Em qualquer lugar que tocar, eu paro para ouvir."

8. CARA LIMPA - Paulo Vanzolini.

"Dor de cotovelo a gente tem que assumir que tem. Se você evitar, ela fica. Essa música fala disso."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.