Minha Trilha

1. POLONAISE Nº 6 EM LÁ BEMOL, OP. 53 - Chopin/ Maurizio Pollini. "O pianista italiano interpreta aqui uma das composições mais famosas de Chopin. É incrível como, ao ouvi-la, se percebe o heroísmo e a emoção que o compositor quis passar."

Pedro Herz, O Estado de S.Paulo

22 de maio de 2010 | 00h00

2. CENAS INFANTIS OP. 15 - Schumann/ Martha Argerich. "Série de composições é inspirada no universo infantil. Sou capaz de ouvi-las de olhos fechados, por horas a fio, sozinho, sonhando."

3. CONCERTO PARA FLAUTA, HARPA E ORQUESTRA EM DÓ MAIOR, K299 - W.A. Mozart/ Claudio Abbado "Mozart compôs uma harmonia magistral entre a flauta e a harpa neste concerto. É um dos mais lindos que conheço. Faz bem para a alma."

4. SINFONIA Nº 5 EM DÓ MENOR - Beethoven/ Carlos Kleiber. "É um marco na música universal. O primeiro movimento é construído em cima de um tema simples, de apenas quatro notas. É genial."

5. TAKE FIVE - Dave Brubeck. "Esta composição revolucionou o jazz com uma batida diferente. É ótima para ouvir acompanhada de uma taça de bordeaux."

7. SO WHAT - Miles Davis. "Esta abre o clássico álbum Kind of Blue . Entrou no subconsciente de qualquer fã de jazz."

8. LET"S GET LOST - Chet Baker - "Esta tem uma leveza incomparável. É para se ouvir em um fim de tarde, apreciando o pôr do sol."

9. ROYAL GARDEN BLUES - Count Basie. "A forma quase despretensiosa como tocam esta música é formidável e o resultado é simplesmente fora de série."

10. LORO - Egberto Gismonti "Denso e reflexivo, indicaria este tema para ouvintes exigentes. Não é fácil de ouvir e a "tensão" da música envolve de tal forma que você chega a ficar agitado."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.