Minha trilha

No iPod do coreógrafo, sonhos parisienses e poesia baiana

Ivaldo Bertazzo, O Estado de S.Paulo

15 de maio de 2010 | 00h00

1. PRA VOCÊ - Gal Costa. "Para mim a voz da Gal soa como um clarim. Vou guardá-la eternamente na minha memória."

2. PARIS PARIS - Malcolm McLaren. "É a minha época. Você tem o McLaren, a Catherine Deneuve e todo esse sonho de andar pelas ruas de Paris."

3. ANYTHING GOES - Ella Fitzgerald. "A Ella é um doce animal. É tão gozado porque ela parece uma dona de casa. Mas aí ela abre a boca e você desmaia."

4. BALLADE IN A-FLAT OP. 47 - Chopin/ Vladimir Ashkenazy. "Você precisa ouvir uma balada de Chopin, Schubert ou Brahms de vez em quando para interiorizar os sentidos."

5. OLHOZINHO - Rita Ribeiro. "Gosto muito da poesia concreta e maluca da Rita Ribeiro e do Zeca Baleiro."

7. SUPER HOMEM (A CANÇÃO) - Gilberto Gil. "Ela me lembra do sonho que tínhamos e de tudo que queríamos construir."

4. THE GREAT PRETENDER - The Platters. "Esta é dos dias em que fugia dos estudos para não ter de fazer lição de casa e ficava ouvindo The Platters, pensando em namorar. É a trilha da minha adolescência."

9. MEU VELHO PAI - Helena Meirelles. "A viola da Helena me transporta para o interior dos EUA, de Mato Grosso, ou de sei lá onde. Ela toca sem parar. Você tinha de tirá-la do palco para terminar o show."

9. PRINCE IGOR - POLOVTSIAN DANCE - Borodin/ Emil Tchakarov. "Esta é uma paixão do meu arquivo pessoal. Uma música que eu já coreografei e gostaria de encenar mais uma vez."

10. SEU ZÉ - Carlinhos Brown. "Quando o Carlinhos Brown surgiu, a gente ainda estava meio engessado naquela coisa dos novos baianos. Ele foi um sopro de vitalidade. Poético, regional e moderno. Tudo ao mesmo tempo."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.