Minas debate os bastidores do livro

Nem o recesso de duas semanas dos alunos de Universidade Federal de Ouro Preto, que acaba hoje, atrapalhou o 7º Fórum das Letras. Entre quinta-feira e ontem, os veteranos Nélida Piñon, Antonio Cicero e João Gilberto Noll e as estreantes Luisa Geisler e Luize Valente, entre outros escritores, falaram a uma plateia atenta e interessada no tema deste ano: o processo de edição e de escrita e os bastidores do mercado editorial. Tempo de maturação da ideia, a publicação do primeiro livro, a utilidade de um agente literário, o preço e a escolha da capa eram algumas das curiosidades dos participantes, alunos e moradores da cidade histórica e região, repetidas no Cine Vila Rica e nos outros espaços do evento, quase sempre lotados. De Corinto, um senhor de cerca de 70 anos foi a Ouro Preto, distante 300 km de sua casa, só para saber o que fazer com os originais que levava nas mãos. "É por essas e outras que continuo fazendo o Fórum das Letras", disse, emocionada, a curadora Guiomar de Grammont. A próxima edição será em maio. / MARIA FERNANDA RODRIGUES

O Estado de S.Paulo

26 de novembro de 2012 | 02h13

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.