Mil faces

Dado Carvalho, Estadinho

23 de outubro de 2010 | 08h00

Há 60 anos, o cartunista americano Charles M. Schulz batia na porta dos jornais para oferecer uma história em quadrinhos chamada Lil’ Folks ("pequenas pessoas", em inglês "caipira"). Ninguém dava bola. Até que um jornal aceitou publicar suas tirinhas, mas com outro nome. Nascia assim, em outubro de 1950, a série Peanuts (que, no Brasil, ganhou o título de Minduim). É daí que vem um dos cachorros mais famosos do mundo: o Snoopy. Ele faz parte de uma história de adultos contada para crianças. Mas até parece que são as crianças que contam para os adultos. A série fez muito sucesso e hoje é a história mais comprida já criada por uma única pessoa (Schulz a desenhou por quase 50 anos, até 1999, um ano antes de sua morte).

 

 

Se você não conhece o cachorro, saiba que ele é muito inteligente. "A imaginação dele era desenfreada", conta Roberto Elísio, do Observatório de Quadrinhos da Universidade de São Paulo (USP). Snoopy gosta de brincar de ser outras pessoas, como um aviador, um astronauta, um hippie... E para inventar cada personagem, ele sempre usa uma característica de sua personalidade. Descubra com o Snoopy tudo o que a imaginação pode nos tornar!

 

 Na Primeira Guerra Mundial (1914-1918), existia um piloto alemão chamado Manfred von Richthofen, que era muito mau. Ele matou tanta gente, que ficou conhecido como Barão Vermelho. Por isso. foi parar na imaginação do Snoopy. Nas histórias que o cachorro criava, ele era um bravo aviador que lutava contra o Barão. Na verdade, o avião que Snoopy pilotava era sua própria casinha.  E o Barão nunca aparecia. Mesmo assim, as lutas eram perigosas: terminavam com a casinha cheia de furos de tiros!

 

 Em 1957, os Estados Unidos e a União Soviética estavam competindo para ver quem conquistava o espaço primeiro. Então, para fazer testes, os soviéticos lançaram a nave Sputnik 2 com uma cadela dentro, chamada Laika. Só que ela morreu pouco tempo depois de sair da Terra. Nos quadrinhos, o curioso Snoopy gostou tanto da ideia que se tornou o primeiro cachorro a pisar na Lua.  De brincadeirinha, claro.

 

 Você já ouviu falar no Festival de Woodstock? Ele foi um grande evento de música, realizado nos Estados Unidos em 1969. Vários astros do rock tocaram para cerca de 500 mil pessoas! Muitas delas eram hippies (aquele pessoal que prega o lema "paz e amor"). Inspirado em todo esse agito, Snoopy batizou seu passarinho de Woodstock e criou o personagem Joe Cool, um cara bem tranquilo, como os hippies.

 

Sem limites

 

Enquanto Charlie Brown, o dono do Snoopy, não consegue fazer nada direito, olha do que o cão é capaz.

 

 Escoteiro

Aventureiro, ele costuma fazer trilhas e acampar na floresta, levando os amigos do Woodstock.

 

 Jogador de golfe

Sua pontaria no golfe é muito boa. Graças à sua grande capacidade de concentração.

 

 Pescador

Só alguém muito calmo poderia passar tantos quadrinhos pescando!

 

A personalidade

 

Apesar de o Snoopy se apresentar a cada hora de um jeito, isso não significa que ele tenha várias personalidades. A psicóloga e professora Mirian Ângulo, da Universidade Metodista de São Paulo, explica que a personalidade são as características mais marcantes de uma pessoa. "Como o Tio Patinhas, por exemplo, que tem personalidade mão-de-vaca", explica.

 

Mas, durante a vida, as pessoas se comportam de várias maneiras. "Ninguém é mau o tempo todo", conta. Mesmo que o Snoopy assuma vários papéis, todos eles têm traços da personalidade imaginativa do cachorro. Quando a gente cria um personagem, sempre coloca nele um pouco de nossas características, ou algumas que gostaríamos de ter.

 

Sua vez

Nas duas tirinhas acima, Snoopy mostra um lado mais "brincalhão" de sua personalidade. Quer continuar a brincadeira? Então, junte as histórias, invente um final e envie para o Estadinho!

E-mail: estadinho@grupoestado.com.br

End.: Av. Engenheiro Caetano Álvares, 55, Limão, 6º andar, São Paulo, SP. CEP.: 02598-900.

 

Entre no blog do Estadinho para ver algumas tirinhas do Minduim, que são publicadas diariamente pelo Caderno 2, no Estadão. Conheça também o beagle, a raça de cachorro na qual o Snoopy foi inspirado.

 

Todas as imagens: copyright © Peanuts worldwide, peanuts.com

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.