Miguel Rio Branco abre mostra e lança livro

Não vá à exposição individualTeoria da Cor, do fotógrafo Miguel Rio Branco - cujaabertura é hoje, às 20 horas -, com a falsa ilusão de que veráuma mostra temática. O mesmo vale para o livro/DVD Entre osOlhos, o Deserto, lançado também hoje pela editora Cosac &Naify, que reúne 200 imagens captadas nos Estados Unidos e noMéxico.Segundo o fotógrafo, arte é muito mais do que determinartemas e desenvolver concepções norteadas a partir deles. Paraele, as pessoas estão condicionadas a definir, a dar explicaçõesàs obras. "Para mim, isso não é arte, é uma prática conectada àpublicidade, ao jornalismo", pondera ele.Miguel Rio Branco prefere agregar poesia e lirismo à suaconstrução estética. Na exposição, o artista traz 12 trabalhosfotográficos, entre dípticos, trípticos e polípticos, commedidas que variam entre 120 por 120 centímetros e 240 por 240centímetros. Não existe uma única temática, mas sim imagens quese interagem e se comunicam por meio da poética. Há umapreocupação com luz, texturas e cores.Dessa maneira, sua obra não fica "fechada" numaabordagem didática ou simplificada. O que dá vazão para oobservador entendê-la e interpretá-la de maneira subjetiva, comoacontece normalmente com as manifestações poéticas. Algumas dasimagens da Teoria da Cor estão presentes em seu livro.Entre os Olhos, o Deserto é a segunda e mais recentepublicação do fotógrafo. Foi título de uma instalação do artista, exposta durante o evento de 50 anos da Bienal de São Paulo, em2000, e que seguiu em novembro daquele ano para o Guggenheim deNova York. Para Miguel Rio Branco, Entre os Olhos, o Desertotem a melancolia de uma certa tristeza, da falta de comunicação."O deserto tem uma coisa de interessante: o vazio. Sempre houvepessoas que vão para o deserto meditar, para se encontrar."Miguel Rio Branco. De segunda a sexta, das 10 às 19 horas;sábado, das 11 às 17 horas. Galeria André Millan. Rua Rio Preto,63, tel, (11) 3062-5722. Até 25/4. Abertura às 20 horas, comlançamento do livro/DVD "Entre os Olhos, o Deserto", editadopela Cosac & Naify. 244 págs., R$ 76.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.