Vania Laranjeira
Vania Laranjeira

Miguel Proença, presidente da Funarte, é exonerado

Decisão foi publicada no Diário Oficial desta segunda-feira, 4

Redação, O Estado de S. Paulo

04 de novembro de 2019 | 10h23

Presidente da Funarte, o pianista Miguel Proença foi exonerado do cargo nesta segunda-feira, 4. O decreto foi assinado pelo ministro chefe da Casa Civil Onyx Lorenzoni.

Miguel Proença, que era diretor da Sala Cecília Meireles, no Rio de Janeiro, assumiu o posto na Funarte em fevereiro, depois da saída do ator Stepan Nercessian.

A exoneração ocorre num momento delicado para a Funarte. Em setembro, Roberto Alvim, diretor do Centro de Artes Cênicas da instituição, chamou a atriz Fernanda Montenegro de "sórdida" e "mentirosa", provocando uma forte reação da classe artística - e também de Miguel Proença, que se disse "chocado".

Em outubro, Alvim indicou 19 servidores da Funarte para exoneração - mas a decisão foi anulada depois pelo ministro da Cidadania Osmar Terra, a pedido do próprio Alvim.

Mais recentemente, na sexta-feira, 1.º, Roberto Alvim, que é aliado de Jair Bolsonaro, foi recebido pelo presidente em Brasília. Bolsonaro avalia nomeá-lo secretário Especial da Cultura do Ministério da Cidadania.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.