Mídia italiana especula sobre lua-de-mel de Sarkozy no país

Ele pode nem ter casado ainda, mas a mídiaitaliana já especula nesta terça-feira que o presidentefrancês, Nicolas Sarkozy, fez uma reserva num hotel do paíspara sua lua-de-mel com a ex-modelo Carla Bruni. Enquanto o gabinete de Sarkozy silencia sobre umareportagem dando conta de que os dois se casaram em cerimôniaprivada na quinta-feira, a mídia italiana afirma que elesdefiniram a lua-de-mel na vila de Negrar, perto de Verona,cenário da tragédia de Romeu e Julieta escrita por WilliamShakespeare. Os sites de notícias publicaram que Sarkozy e a cantoraitaliana reservaram quartos em La Magioca, pequeno hotel naregião vinícola de Valpolicella, nordeste da Itália. Segundo asmatérias, eles devem chegar a partir desta noite. Contactado pela Reuters, um funcionário do hotel disse queo gerente não estava disponível e desligou o telefone. Oprimeiro-ministro francês, François Fillon, disse que não sabiade um casamento de Sarkozy, e zombou dos repórteres. "O cronograma de quinta-feira não é compatível com seusrumores", disse Fillon em entrevista coletiva. "Foi um diamuito ocupado." O diário regional L'Est Republicain publicou que Sarkozy eBruni se casaram no Palácio do Eliseu na última quinta-feira,mesmo dia em que Sarkozy recebeu o primeiro-ministro espanhol,José Luis Rodríguez Zapatero no palácio. Sarkozy, 52, que se divorciou de sua segunda esposa Ceciliaem outubro, disse na semana passada que sua relação com Bruni é"séria", mas se recusou a marcar uma data para o casamento. "Há uma boa chance de que vocês descobrirão quando já tiverocorrido", afirmou o presidente sobre o casamento. Uma pesquisa de opinião divulgada nesta terça-feira mostrouque a popularidade de Sarkozy caiu fortemente pelo segundo mêsconsecutivo, aparentemente por conta da insatisfação com seuestilo extravagante de vida e suas políticas econômicas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.