Microssérie viaja pelos contos populares brasileiros

A microssérie Hoje é Dia de Maria, que estréia hoje na Globo, sai da gaveta para integrar as comemorações dos 40 anos da emissora. A série foi uma encomenda feita pelo diretor Luiz Fernando Carvalho ao dramaturgo Carlos Alberto Soffredini, em 1995, mas só agora foi produzida.Soffredini concebeu o texto inspirado em contos populares, passados de geração a geração pela tradição oral e registrados em dois livros: Contos Tradicionais do Brasil, de Luís da Câmara Cascudo, e Contos Populares do Brasil, de Silvio Romero. O autor costurou histórias que pertencem ao imaginário de um povo e fez um apanhado de personagens, que, não raro, figuram nos dois livros.Além de um elenco de primeira, formado por Fernanda Montenegro, Osmar Prado, Stênio Garcia, Gero Camilo, Daniel Oliveira, Letícia Sabatella, Rodrigo Santoro e a pequena Carolina Oliveira, a microssérie reserva outras surpresas ao telespectador por meio de cenários, figurinos e maquiagens cuidadosamente elaborados. O estilista Jum Nakao, por exemplo, veste 21 personagens, dos quais 3 são atores e 18 bonecos superiores a 3 metros de altura, que representam o universo fantástico da corte. Nakao e sua equipe gastaram mais de 5 mil horas e uma quantidade incrível de material para confeccionar as roupas de papel, para apenas um dos momentos da viagem de Maria. Hoje é Dia de Maria acompanha a trajetória de Maria que, criança, sai da casa do pai, fugida dos maus-tratos da madrasta, e parte em direção das tais franjas do mar. No meio do caminho, encontra o diabo, é acompanhada por um pássaro, que vira humano à noite e por quem, mais velha, ela se apaixona.

Agencia Estado,

11 de janeiro de 2005 | 12h02

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.