Micmacs, filme de Jean-Pierre Jeunet, sai em DVD

"Micmacs - Um Plano Complicado", filme do francês Jean-Pierre Jeunet, foi lançado em DVD no Brasil, apesar de não ter circulado pelos cinemas. Diretor de filmes como "Alien - A Ressurreição" e "O Fabuloso Destino de Amélie Poulain", Jeunet fez em "Micmacs" uma comédia de costumes, com personagens caricatos que criam situações improváveis para chegar a um final surpreendente, contando com atores como Dominique Pinon, Yolande Moreau, Urbain Cancelier, Patrick Paroux e Jean-Pierre Becker

AE, Agência Estado

21 de fevereiro de 2011 | 15h35

A história tem como pano de fundo os bairros da periferia de Paris, da mesma forma como fez o diretor em "Amélie Poulain" e, mesmo com essa previsibilidade, "Micmacs" consegue prender a atenção do espectador e divertir. A começar pelo nome dos personagens: Remington, um homem que escreve histórias na máquina de escrever; Fracasse, um homem que só fracassou na vida; e Calculette, uma garota que consegue calcular tudo, desde as medidas do seu corpo, até a distância relativa entre dois carros em movimento. Essa turma em uma casa construída em cima de um lixão, feita apenas com materiais reciclados.

O enredo se desenvolve quando Bazil, interpretado por Dany Boon, vai viver com eles. Bazil perdeu o pai, morto ao pisar numa mina terrestre na África, e a mãe entrou em depressão. Adulto, ele leva uma vida pacata trabalhando numa loja de aluguel de vídeos, até que um dia, durante um tiroteio, é baleado na cabeça. Ele não morre, mas a bala fica alojada em seu crânio. Quando volta do hospital, descobre que foi demitido por faltar ao trabalho e, sem dinheiro, vai pedir esmolas na rua.

Nas ruas, ele conhece esse grupo e é convidado a morar com eles. Sem querer, Bazil descobre também que a empresa que produziu a mina terrestre que matou seu pai é concorrente da indústria que fabricou a bala de revólver que está na sua cabeça. Com seus novos amigos, Bazil resolve se vingar, armando diversas situações para colocar as duas empresas em declarada guerra uma contra a outra.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.