Michael Jackson leiloará luva e portão do rancho Neverland

Cantor está selecionando objetos para o evento entre milhares de itens pessoais e obras de coleção de arte

Jill Serjeant, da Reuters,

11 de dezembro de 2008 | 16h32

O portão do famoso rancho Neverland, de Michael Jackson, e uma das luvas brancas mostradas pela primeira vez em seu vídeo de Billie Jean serão oferecidos em um leilão de 2 mil itens organizado pelo autodenominado Rei do Pop. O leiloeiro Darren Julien disse na quarta-feira, 10, que Jackson está selecionando objetos a leiloar entre milhares de itens pessoais e obras de sua enorme coleção de arte que ficava no abandonado rancho Neverland e outros lugares.   Veja também: Michael Jackson 'chega a acordo' em disputa com xeque Michael Jackson vira muçulmano e se chama Mikaeel, diz jornalEle disse que o leilão de cinco dias em Beverly Hills, previsto para acontecer entre 21 e 25 de abril, será o primeiro organizado por Jackson, que vem vivendo como virtual recluso desde que foi absolvido num julgamento por molestamento sexual infantil, em 2005. "Ele nunca antes fez um leilão", disse Julien. "Estamos trabalhando com ele há cinco meses, e ele está em controle completo disto." Julien disse que uma luva branca semelhante que foi de Michael Jackson foi arrematada por US$ 35 mil num leilão em 2006 e que um par de meias brancas do cantor foram compradas por US$ 15 mil em 2005. Contudo, ele se negou a fazer uma estimativa do valor dos grandes portões de ferro trabalhado, com brasão heráldico, que davam entrada ao rancho Neverland, de Jackson, perto de Santa Barbara, na Califórnia. Em sua época áurea, a fazenda de 1.092 hectares incluía um zoológico, um lago e um parque de diversões. Foi nela que os promotores afirmaram que Jackson molestou garotos que dormiam em sua casa. Jackson não vive no rancho desde que foi absolvido, e em maio evitou por pouco perder o imóvel por falta de pagamento de dívidas. Em novembro ele entregou a escritura de Neverland a uma companhia formada por ele mesmo e a firma que detém o empréstimo de US$ 24 milhões contraído tendo o imóvel como garantia. Atualmente o cantor não tem residência fixa. O catálogo do leilão será vendido por US$ 100, e haverá uma edição autografada limitada cujos exemplares custarão US$ 500. Parte da renda do leilão será revertida para a organização beneficente musical Musicares. Nos últimos anos Michael Jackson tem enfrentado vários problemas financeiros, mas Julien disse que o leilão não é uma iniciativa que o cantor foi obrigado a tomar. Alguns destaques da coleção a ser leiloada farão uma turnê, devendo passar por Londres, Tóquio, Nova York, Dubai e Santiago. O leilão acontecerá em abril no Beverly Hilton Hotel, sob a direção da Julien's Auctions (http://www.juliensauctions.com/) e será transmitido pela televisão americana e na Internet, pela Auction Network.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.