Michael Haneke premiado em Malta

O filme Amor e seu diretor Michael Haneke foram os grandes premiados pela Academia de Cinema da Europa. Em sua 25.ª edição, o festival da ilha de Malta concedeu ao cineasta austríaco o prêmio de melhor diretor e também de melhor filme pela produção francesa que conta uma história de amor apocalíptica. Haneke já havia sido reconhecido pelo evento em 2005, com Caché, e em 2009, por A Fita Branca. Ao agradecer a premiação, o diretor mencionou especialmente a atriz Emmanuelle Riva e o ator Jean-Louis Trintignant, reconhecidos também em suas categorias. O italiano Bernardo Bertolucci foi o homenageado do ano. / EFE

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.