Paul Buck/EFE
Paul Buck/EFE

Mexicana é eleita Miss Universo 2010

Jimena Navarrete, de 22 anos, conquistou prêmio em Las Vegas - o segundo do seu país

estadao.com.br,

24 de agosto de 2010 | 00h30

SÃO PAULO - A mexicana Jimena Navarrete foi eleita na noite desta terça-feira, 24, a nova Miss Universo. Ela derrotou as favoritas de Portugal, Irlanda e Filipinas, para conquistar a 59ª edição do evento. Esta é a segunda vez que uma representante do país conquista o concurso. A primeira vez ocorreu em 1991, quando Lupita Jones foi escolhida. Jimena recebeu a coroa das mãos da venezuelana Stefanía Fernández, escolhida no ano passado.

 

Veja também:

mais imagens Outras candidatas em traje de banho

 

As misses Jamaica, Yendi Phillipps, e Austrália, Jesinta Campbell, ficaram em segunda e terceira colocação, respectivamente. As outras duas finalistas foram a ucraniana Anna Poslavska e a filipina Venus Raj. A brasileira Débora Lyra foi eliminada logo no início da apresentação e não chegou a ficar entre as 15 semifinalistas.

 

Venus, tida como uma das favoritas no início do concurso, parece ter perdido votos na última etapa da competição, em que o corpo de jurados fez uma pergunta para cada finalista. O ator William Baldwin perguntou qual foi o maior erro que ela tinha feito em sua vida e como ele foi alterado. A filipina disse que acreditava não ter cometido nenhum erro nos seus 22 anos de vida. "Minha família me deu confiança e, portanto, eu a amo", respondeu. O público não parece ter achado convincente.

 

Jimena em trajes de banho, comum e de gala. Fotos: EFE

 

Um total de 83 modelos disputou a coroa numa festa organizada no hotel Mandalay Bay. Entre elas havia 21 candidatas latinas. O roqueiro Bret Michaels e Natalie Morales, do programa Today da rede americana NBC, estiveram encarregados de apresentar a cerimônia.

 

Desde a primeira edição do concurso, em 1952, 20 modelos latino-americanas venceram o Miss Universo. Os Estados Unidos tem sete coroas, seguido muito de perto pela Venezuela, com seis títulos, e Porto Rico, com cinco. A Venezuela foi o país ganhador nas últimas duas edições da competição. Antes de Stefanía, a ganhadora tinha sido Dayana Mendoza.

 

Misses Jamaica, Austrália, Ucrânia e Filipinas. Fotos: Reuters

 

A competição começou originalmente como uma revista de praia em Long Beach, Califórnia, organizada por uma companhia de trajes de banho. Esta edição ocorreu em Las Vegas e, todos os anos, se realiza em locais diferentes, passando por diversos pontos do mundo, como nas Bahamas, em 2009, e Vietnã, em 2008.

 

Miss Brasil, Débora Lyra, em diferentes trajes para o concurso. Fotos: Reuters e EFE

 

(Com informações da EFE e AP)

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.