Metropolitan de NY vai ser reformado

O Metropolitan Museum of Art vai ser reformado para ganhar novos espaços expositivos. Vai ganhar uma grande Corte Romana, as Galerias Islâmicas serão renovadas e a remodelação da ala sul do prédio vai liberar as janelas voltadas para o Central Park, fechadas há 50 anos, segundo o The New York Times.O projeto custará US$ 15 milhões e vai levar dez anos para ser concluído. Uma das vantagens é que o museu vai poder exibir peças de seu acervo por falta de espaço, como uma rica carruagem etrusca, guardada desde os anos 1990. A Corte Romana vai ser instalada no lugar ocupado pelo antigo restaurante, e exibirá arte helênica e romana, aumentando as obras em exposição de 2,5 mil para 7,5 mil itens. A abertura do novo espaço está prevista para a primavera de 2007, segundo o anúncio feito oficialmente anteontem pelo diretor do museu, Philippe de Montebello. Com as reformas concluídas recentemente um novo restaurante está funcionando sob a sala onde estão expostas esculturas medievais. Foram reformadas ainda as galerias das artes egípcia, chinesa, cipriota, coreana e indiana."Este é o grand finale do processo de reinstalação das Galerias Clássicas", disse Montebello. Ele conta ter passado anos estudando os prédios históricos - das villas romanas ao Coliseu - para chegar à arquitetura mais apropriada à nova Corte Romana. Ele também diz ter avaliado cada canto do museu, das passagens de ar aos vãos de escada, para determinar a melhor maneira de aproveitar suas vastas e crescentes coleções. Neste momento, o museu está se preparando para abrir, em 23 de março, a exposição Bizâncio: Fé e Poder, 1261-1557.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.