Metrô de SP abre série de exposições

A Estação Paraíso do Metrô ganha, a partir de amanhã, ares parisienses, com a abertura da exposição Os Metrôs do Mundo no Metrô de São Paulo. Além de mapas e dados técnicos das linhas de Paris, haverá cenários da capital francesa, exposições, apresentações musicais e exibições. A mostra deve durar um ano, com renovação do material. Outros metrôs também devem receber a homenagem.Hoje, representantes de sete metrôs do mundo - Nova York, Londres, Paris, Berlim, Tóquio, Hong Kong e Moscou - passearam nos trens de São Paulo. Eles embarcaram na Estação Brigadeiro, na Avenida Paulista, seguiram para o Centro de Controle Operacional e depois para as Estações Sé e Barra Funda.O chefe de unidade do Escritório de Planejamento Estratégico do Metrô de Nova York, Robert Newhouser, considerou de boa qualidade o serviço paulistano e elogiou a modernidade do centro operacional. "Mas a rede é pequena para as necessidades de São Paulo", salientou.A cidade tem 49,2 quilômetros de linhas e 46 estações. Nova York apresenta 393 quilômetros de linhas e 481 estações. São Paulo possui a menor extensão entre as oito cidades participantes do Comitê de Metrôs, que realizam seu encontro anual na capital paulista.

Agencia Estado,

07 de novembro de 2000 | 21h57

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.