Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Mentiras e impostos

Mercúrio e Saturno em quadratura; a Lua é quarto minguante no signo de Escorpião

Quiroga, astro@0-quiroga.com, O Estado de S.Paulo

26 de janeiro de 2011 | 00h00

Mediante verdadeiros malabarismos semânticos tenta-se explicar o inexplicável: por que algum governo deixaria de cuidar de tudo o necessário para que os cidadãos que pagam os impostos vivam protegidos numa civilização que promova felicidade? Mentir é a melhor forma de desviar a atenção e seu exercício se tornou tão normal que as pessoas sabem que as outras mentem, mas preferem continuar fingindo que isso é aceitável. No caso de assuntos referentes à organização social e econômica de um país, qualquer mentira governamental deve ser tratada como uma abominação. Afinal, quando os cidadãos pagam os impostos e nada recebem em troca, isso é como contratar serviços para os quais você paga caro sem nunca ver o serviço concluído.

ÁRIES 21-3 a 20-4

Os fortes sentimentos que não encontram uma via eficiente de expressão correm o risco de transformar-se em ressentimentos. Contudo, por enquanto é melhor aceitar esse risco do que expor sentimentos espontaneamente.

TOURO 21-4 a 20-5

Nada em nossa cultura propicia o estabelecimento de laços de cooperação, pois a mente humana foi treinada a desconfiar de seus semelhantes, mantendo-se dividida e nunca cooperando, nem tampouco prosperando.

GÊMEOS 21-5 a 20-6

O medo foi sempre a fórmula preferencial para dominar nossa humanidade, mas ela sempre arranjou um jeito de continuar corrupta, apesar das punições. O medo não pode mais ser o príncipe da realidade, só o amor.

CÂNCER 21-6 a 21-7

Será inútil ansiar chegar longe mantendo a alma ancorada ao passado. Você pode prestar culto à memória, e achar dignidade nesse ato, mas atrelando toda sua vida a isso você perderia a oportunidade de ir mais longe.

LEÃO 22-7 a 22-8

É inútil buscar caminhos tortuosos para se obter prazer, a não ser que seu gozo esteja atrelado à sombra. O prazer é simples e disponível a qualquer humano capaz de despir-se de falsos pudores e viver em liberdade.

VIRGEM 23-8 a 22-9

No mundo da economia a desgraça de uns é a fortuna de outros, mas no mundo do espírito a desgraça é de todos, assim como também a fortuna. Olhe com compaixão a decadência alheia, e celebre também o sucesso de outrem.

LIBRA 23-9 a 22-10

O conflito que se instaura na vida cotidiana serve para você compreender e medir sua transformação, pois ela aceita com dificuldade qualquer tipo de inovação, ainda que seja para melhor. Tolere e compreenda.

ESCORPIÃO 23-10 a 21-11

Quanto mais você

oferecer ao mundo, mais a vida será generosa com sua alma também. Tentar assegurar-se para que cada passo seja livre de quaisquer riscos é uma atitude que atravanca o fluxo eterno da vida.

SAGITÁRIO 22-11 a 21-12

A generosidade é uma virtude que ilumina, e por isso também atrai pessoas que não a merecem. É importante preservar a generosidade em ação, mas também escolher a dedo as pessoas a quem outorgar essa divina virtude.

CAPRICÓRNIO 22-12 a 20-1

Mesmo que as pessoas adorem sentir-se diferentes, únicas e originais, em última análise é fácil compreender que não há problemas seus, meus ou das outras pessoas, apenas há problemas humanos, comuns a todos.

AQUÁRIO 21-1 a 19-2

O poder do mundo está em franca decadência. Seria melhor que você não tivesse nenhuma ambição em relação a esse mundo, para que sua alma não seja afetada pela decadência. Deposite seus olhos em outro poder diferente.

PEIXES 20-2 a 20-3

Quando se deseja verdadeiramente solucionar um problema, a consciência reconhece com facilidade os meios de fazê-lo e não se detém a pensar sobre se vai ou não fazê-lo, simplesmente faz o que é necessário.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.