Memorial do Imigrante, em SP, completa 120 anos

O Memorial do Imigrante, na Mooca, zona leste de São Paulo, promete a partir de hoje oferecer uma viagem no tempo - que permitirá a muitos paulistanos conhecer a história de seus antepassados. O memorial organizou uma exposição para comemorar os 120 anos da Hospedaria de Imigrantes, que funcionou no prédio de 1887 a 1978, centro de referência de europeus e asiáticos que chegavam ao Brasil em busca da promessa de uma vida melhor. São 80 fotografias, móveis e utensílios de época e documentos como livros de registros da hospedaria e dos navios que desembarcavam no Porto de Santos. A exposição ficará um ano em cartaz. Num dos salões, o público terá acesso a vídeos de depoimentos de imigrantes. Muitos deles contam a aventura de tomar um navio para uma terra ainda desconhecida e viajar em alto-mar quase dois meses. Desciam em Santos, tomavam o trem para São Paulo e depois seguiam para a hospedaria, com todos os pertences que lhes restavam. No local funcionava uma espécie de agência de empregos. Os imigrantes ficavam em média uma semana e partiam para lavouras de café. A maior parte dos registros dos livros da hospedaria foi digitalizado e está na internet (www.memorialdoimigrante.sp.gov.br) para pesquisa. ?Quando peguei ali o nome da minha avó fiquei emocionada?, diz Mariluci. ?Imaginei ela desembarcando da maria-fumaça, bem menina. Quase chorei.? Memorial do Imigrante - Rua Visconde de Parnaíba, 1.316, Mooca. Tel. (011) 6692-7804. Abre de 3ª a domingo, das 10 às 17 h.

AE, Agencia Estado

09 Outubro 2007 | 11h12

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.