Melhores de 2010

INDIE ROCK

, O Estado de S.Paulo

31 de dezembro de 2010 | 00h00

ARCADE FIRE

THE SUBURBS

Universal

Preço médio: R$ 29

A envolvente ode aos subúrbios do Arcade Fire

Passaporte para o nível das grandes bandas da atualidade, o apaixonante The Suburbs, o terceiro disco dos canadenses do Arcade Fire, é fácil um dos grandes álbuns de 2010. E olha que o ano não decepcionou na categoria "grandes álbuns". O líder do Arcade Fire, Win Butler, na época do lançamento do disco, disse que o desafio de uma banda com seu terceiro álbum é que ela precisa mostrar que continua a mesma sem estar repetindo ela mesma. The Suburbs, uma coleção de letras e músicas tocantes e lindas, atropela sem dó essa dificuldade e rapidamente consolida o "turning point" do Arcade Fire agora como banda adulta (o show de estreia do disco lotou o Madison Square Garden). muito além de "apenas" uma revelação indie. Depois de rodar o mundo com os dois primeiros CDs, o Arcade Fire expõe letra a letra mais ainda seu incrível lado confessional e prega a saudade da vida e da juventude criativa dos tempos de subúrbio em Montreal. Crescente a cada audição singular, The Suburbs parece um álbum feito pelo Arcade Fire para o Arcade Fire. Mas todos os que acompanham a banda podem usufruir felizes desse "saudável egoísmo". / LUCIO RIBEIRO

OUÇA TAMBÉM

LOVER OF MINE

Artista: Beach House Álbum: Teen Dream (CD+DVD)

Gravadora: Sub Pop

Preço: R$ 85

POP

CIBELLE

LAS VÊNUS RESORT

PALACE HOTEL

Crammed/ST2 Music

Preço médio: R$ 25

A viagem antropofágica de Cibelle

Pegando carona em dois ótimos álbuns comentados nesta página - os de Janelle Monáe e do Arcade Fire -, dá para forçar um paralelo entre eles e o não menos estimulante Las Vênus Resort Palace Hotel, da paulistana Cibelle (foto), que vive em Londres e avoca a si o desapego total, seja na atitude ou na sonoridade. Como a banda canadense, Cibelle fez do terceiro álbum seu "vai ou racha". Como Janelle, criou um álbum conceitual, futurista e cheio de referências pop atemporais. Como uma Carmen Miranda pós-moderna e "abravanada", inventou a personagem Sonja Khalecallon, assumindo influências dos tropicalistas e da peruana Yma Sumac, entre outras. Espécie de ópera pop viajante antropofágica, o álbum mescla psicodelia, folk, gypsy punk, eletrônica, experimentalismo, melancolia, bom humor, sutilezas e excessos, canções próprias e covers surpreendentes como o de Underneath the Mango Tree, um belo dueto com Sam Genders, a guitarra de Fernando Catatau e o sensacional som de sua banda Los Stroboscopious Luminous. / LAURO LISBOA GARCIA

OUÇA TAMBÉM

POMBA GIRA

Artista: Andreia Dias (com Zeca Baleiro) Álbum: Vol. 2 Gravadora: Scubidu Records Preço médio: R$ 25

ERUDITO

CARLO MARIA

GIULINI

GIULINI IN AMERICA

Deutsche Grammophon

Preço: R$ 125

Giulini na América, lições sobre a arte da regência

Talvez pelas efemérides do ano - Schumann e Chopin-, pianistas monopolizaram os lançamentos. Mas, em meio à profusão de estudos, noturnos e mazurcas, talvez seja bom lembrar conquistas importantes de alguns maestros. O Mahler de Boulez e Abbado; o Parsifal (Wagner), de Gergiev; o Otello (Verdi), de Colin Davis - apenas alguns marcos de uma lista portentosa de regentes capazes de reinventar obras do repertório com leituras extremamente pessoais. Nesse sentido, é especial o conjunto de gravações do italiano Carlo Maria Giulini, reunidas na caixa Giulini in America. São seis discos com os registros feitos por ele à frente da Filarmônica de Los Angeles, com obras de Beethoven, Schumann, Brahms, Tchaikovski e Ravel. Senso de estilo, elegância; e a capacidade de, mantendo-se fiel à partitura, fazer música como se a ouvíssemos pela primeira vez. Em meio a tantas e tão variadas gravações, difícil defini-la como melhor - mas a caixa tem lições preciosas sobre o ato de fazer música. Para qualquer época. / JOÃO SAMPAIO

OUÇA TAMBÉM

VERDI: DON CARLO

Artista: Orquestra da Royal Opera

House Covent Garden/ Giulini

Gravadora: EMI Preço: R$ 140

SAMBA

CARMEN

MIRANDA

CARMEN MIRANDA HOJE Biscoito Fino

PREÇO: R$ 34,90

Um instrumental, enfim, à altura de Carmen Miranda

No auge das gravações de Carmen Miranda em discos e na Época de Ouro do rádio brasileiro, privilegiava-se a voz. O instrumental, por muitas vezes riquíssimo, ficava relegado ao segundo plano, privando os ouvintes de distinguirem agudos, médios e graves. Eis que neste ano, o cavaquinista Henrique Cazes acertou em cheio ao lançar Carmen Miranda Hoje, no qual manteve a voz da Pequena Notável, a base original e enriqueceu o instrumental com a qualidade de gravação da atualidade. Destaques para ... E o Mundo Não Se Acabou e O Que É Que a Baiana Tem. / LUCAS NOBILE

OUÇA TAMBÉM

HONRANDO UM NOME DE MULHER

Artista: Ná Ozzetti e André Mehmari

Álbum: Sopa de Concha (Grupo Rumo)

Gravadora: Biscoito Fino Preço: R$ 35

ROCK

ERIC CLAPTON

CLAPTON

Reprise

Records

Preço: R$ 32

Para saborear mesmo depois que o CD acabar

Há muito que Clapton não dá bola fora. Seus últimos álbuns, sobretudo depois de From the Cradle, de 1994, saem saudavelmente embriagados em blues, com mais baladas do que riffs que tanto fez até os anos 80. Clapton veio em 2010 com um disco tecnicamente perfeito, registrado com um padrão de gravação que ainda não temos por aqui. No quesito repertório, é daqueles a se ouvir sem pausas. Judgment Day, de Skip James, é um blues saltitante, rasgado por gaita de fora a fora. Rocking Chair, de Hoagy Carmichael, tem um sabor daqueles que ficam por dias e dias. / JULIO MARIA

OUÇA TAMBÉM

STAY AROUND A LITTLE LONGER

Artista: Buddy Guy Álbum: Living

Proof Gravadora: Silvertone Records Preço: R$ 32

JAZZ

KEITH JARRETT E CHARLIE HADEN

JASMINE

ECM

Preço: R$ 72

Um pas de deux sereno entre baixo e piano

Chame sua mulher, marido ou amante num fim de noite, sente-se e ouça. Estas são grandes canções de amor tocadas por músicos que tentam sobretudo manter a mensagem intacta. Espero que você ouça como nós as ouvimos. Onze standards gravados no estúdio do pianista, sem nenhum efeito especial ou trucagem na mesa de edição e só com o contrabaixo de Haden, numa serena odisseia de dois obcecados pela beleza. Um encontro raro, depois de trinta anos. E jazz da melhor qualidade - emocionante e criado no instante da execução. /JOÂO MARCOS COELHO

OUÇA TAMBÉM

CREPUSCULE WITH NELLIE

Artista: Jason Moran

Álbum: Ten Gravadora: Blue Note

Preço: US$ 10 (amazon.com)

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.