Reuters
Reuters

Mel Gibson faz acordo de US$750 mil com ex-namorada

Ator agradeceu ao juiz pela 'conclusão razoável'; guarda da filha de um ano de Gibson com a cantora russa Oksana Grigorieva será partilhada

REUTERS

31 de agosto de 2011 | 17h03

LOS ANGELES (Reuters) - O ator Mel Gibson pagará 750 mil dólares à mãe da sua filha de um ano e terá a guarda partilhada da menina, encerrando assim uma prolongada disputa judicial que abalou a carreira dele em Hollywood.

O diretor de "Coração Valente" e sua ex-namorada, a pianista, cantora e compositora Oksana Grigorieva, formalizaram o acordo na quarta-feira em um tribunal de Los Angeles.

O juiz Peter Lichtman proibiu Gibson e Grigorieva de escreverem livros sobre o relacionamento deles, que terminou no começo de 2010, em meio a acusações de violência e extorsão.

"Eu gostaria de agradecer vossa excelência por trazer esse assunto a uma conclusão razoável", disse Gibson a Lichtman na audiência.

Grigorieva, que pleiteava milhões de dólares de Gibson, também agradeceu ao juiz pela "tremenda ajuda para resolver essa situação".

A briga do casal veio a público um ano atrás, quando surgiram na Internet gravações telefônicas em que Gibson insulta Grigorieva. O vazamento da conversa aparentemente se destinava a pressionar o ator a aumentar sua oferta financeira à ex-namorada, que teria sido de 15 milhões de dólares. Promotores de Los Angeles posteriormente decidiram não processá-la por extorsão.

Em março, Gibson admitiu ter dado um tapa em Grigorieva durante uma discussão, e foi condenado a três anos de prisão, com direito a sursis.

Esses incidentes abalaram ainda mais a reputação de Gibson, que já havia ficado marcado por declarações antissemiitas depois de ser detido dirigindo bêbado em Malibu.

O agente dele pediu demissão; ele perdeu o papel de si próprio que interpretaria em "Se Beber Não Case! 2", porque outras pessoas se recusaram a trabalhar com ele; e o lançamento do seu filme "Um Novo Despertar" foi adiado para maio, quando fracassou nas bilheterias.

Graças a sucessos como "Máquina Mortífera" e "A Paixão de Cristo", Gibson possui uma fortuna que chegou a ser avaliada em 900 milhões de dólares. Em junho, ele fez outro acordo judicial, com sua ex-esposa Robyn, selando assim o divórcio após um casamento que durou 28 anos.

(Reportagem de Jill Serjeant)

Tudo o que sabemos sobre:
GENTEGIBSONACORDO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.