Reuters
Reuters

Mel Gibson é autuado pela polícia por acusação de agressão

Ator foi a uma delegacia de polícia para deixar suas impressões digitais e ser fotografado, após acordo judicial

REUTERS

17 de março de 2011 | 17h48

O ator Mel Gibson foi a uma delegacia de polícia na noite de quarta-feira, 16, para deixar suas impressões digitais e ser fotografado, depois de, na semana passada, ter feito um acordo judicial pelo qual não contestou a acusação de agressão contra sua ex-namorada.

Gibson, 55 anos, foi sentenciado na sexta-feira, 11, a três anos de liberdade condicional, um ano de tratamento psicológico e outras punições depois de ter declarado que não contestava a acusação - o que, na Califórnia, equivale a declarar-se culpado - de ter batido em Oksana Grigorieva no ano passado.

Os dois têm estado mergulhados em uma briga acirrada pela guarda de sua filha bebê.

O ator de Máquina Mortífera e ator e diretor de Coração Valente compareceu à delegacia de polícia na mesma noite em que seu novo filme, The Beaver, estreiou em um festival de cinema no Texas.

Tudo o que sabemos sobre:
GENTEMELGIBSONPOLICIA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.