'Megamente' faz sátira aos clássicos de super-heróis

A animação "Megamente", que estreia hoje nos cinemas, marca a primeira colaboração entre Will Ferrell e Tina Fey fora do humorístico "Saturday Night Live" - no qual ele ficou famoso ao parodiar George W. Bush e ela, Sarah Palin. Os comediantes que figuram entre os mais bem pagos da indústria (Ferrell embolsa US$ 20 milhões por filme e Fey, US$ 300 mil por episódio de "30 Rock") agora emprestam suas vozes a personagens de animação, numa sátira aos clássicos de super-heróis.

AE, Agência Estado

03 de dezembro de 2010 | 09h33

Ferrell dubla Megamente, um vilão que vê sua vida perder o sentido ao derrotar o herói Metro Man (Brad Pitt). Fey, mais uma vez, dá uma de repórter, vivendo a intrépida Roxanne Ritchi, por quem Megamente se apaixona. "Por ser uma das mais importantes jornalistas falsas da TV, vou ganhar um noticiário de faz de conta na CNN", brinca a atriz. De 2000 a 2004, Fey foi a apresentadora do quadro Weekend Update, do "Saturday Night Live", ao lado de Jimmy Fallon. "A minha mais nova repórter, Roxanne, é uma versão mais moderna da Louis Lane."

Ferrell também aprovou o visual do seu personagem, um alienígena magricela e azul. "Invejo da cintura fina dele. Só assim eu poderia usar as calças justas de couro que tenho no armário", diz, rindo. O ator tentou imprimir um sotaque lituano para dar a impressão de "uma pessoa que se acha muito mais importante do que é", comenta Ferrell, sempre lembrado por Hollywood para os papéis de tipos ansiosos, atrapalhados e incontroláveis.

Embora não seja comum nas produções de animação, em que os dubladores gravam as suas falas sozinhos na cabine, Ferrell e Fey contracenaram no estúdio. "Foi para isso que escalamos uma dupla desse porte, para que pudessem criar juntos. Cerca de 30% dos diálogos foram improvisados", conta o diretor Tom McGrath, das animações "Madagascar" (2005) e "Madagascar 2 - A Grande Escapada" (2008). As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Tudo o que sabemos sobre:
cinemaestreiaMegamente

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.