McCartney propõe dieta vegetariana contra problemas climáticos

O ex-Beatle Paul McCartney estáexortando o mundo a optar pela alimentação vegetariana comomedida de combate ao aquecimento global e se diz surpreso pelofato de mais grupos ambientalistas não estarem fazendo omesmo. Em entrevista concedida ao grupo de defesa dos direitos dosanimais Pessoas pelo Tratamento Ético dos Animais (Peta),McCartney disse que a indústria mundial de carne é um dosgrandes fatores que contribuem para o aquecimento global. Umatranscrição de sua entrevista à Peta foi entregue à Reuters. "A maior mudança que qualquer pessoa pode fazer em seupróprio estilo de vida é tornar-se vegetariana", disseMcCartney, vegetariano há muitos anos. "Exorto a todos que dêemesse passo simples para ajudar o meio ambiente e salvá-lo paraas crianças do futuro". McCartney disse que a quantidade de terra e água usada paramanter a indústria da carne faz desta uma dos grandes fatoresque contribuem para as mudanças climáticas e queixou-se de quea maioria dos grupos ambientalistas não cita a opçãovegetariana como uma de suas principais prioridades. "É muito surpreendente que a maioria das grandesorganizações ambientalistas deixe a opção de tornar-sevegetariano de fora de suas listas das principais sugestõespara frear o aquecimento global", disse ele. Um relatório de 2006 da ONU constatou que a criação de gadogera mais gases causadores do efeito estufa que ostransportes.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.