MATHIEU LINDON GANHA PRÊMIO

O escritor e crítico literário do jornal francês Liberátion, Mathieu Lindon, conquistou ontem, em Paris, o prêmio Medicis, uma das premiações mais prestigiadas do país. Ele foi contemplado por seu romance Ce qu'Aimer Veut Dire, no qual homenageia seu amigo e filósofo Michel Foucault, que morreu em 1984. Na obra, ele também presta tributo a seu pai, Jérôme Lindon, dono da Editions de Minuit, morto em 2001. Na categoria de romance estrangeiro, o vencedor foi o israelense David Grossman, por seu livro Une Femme Fuyant l'Annonce. A obra fala do fiulho do escritor, que morreu em 2006, em combate no Líbano. / AFP

O Estado de S.Paulo

05 de novembro de 2011 | 03h09

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.