Marlboro lança projeto de patrocínio cultural

A Philip Morris do Brasil anunciou hoje a criação do Marlboro Project, projeto de patrocínio e mecenato a diferentes expressões artísticas em cinco áreas: moda, artes plásticas, música, vídeo e tecnologia. O programa tem início com o lançamento da M-magazine, revista quadrimestral que enfoca as novas tendências de comportamento e moda. A publicação editada por Flavia Lafer e João Carrascosa custa R$15 e destaca-se pelo design gráfico desenvolvido por Hélio Rosas e Roberto Cipolla, da Bookmark. Em outubro é a vez do M-View, exposição que pretende agregar novas tendências da arte contemporânea internacional cuja curadoria está a cargo de Márcia Fortes, Ricardo Sardenberg e Erica Verzutti. Ainda no fim deste ano, coordenado por Dudu Marote, chega ao mercado o M-Records. A idéia do projeto, segundo o DJ que o dirige, é reunir em coletâneas o resultado de uma pesquisa que enfoca a música contemporânea produzida nas cidades e suas periferias. Outra publicação que traz a marca do Marlboro Project é o M-List. Trata-se de uma revista científica voltada para as novidades e avanços nas áreas de tecnologia, design, engenharia e idéias editada pelo jornalista norte-americano John Tayman, colaborador do jornal The New York Times. Fechando o primeiro ano de investimentos há o M-Image, mostra de vídeo coordenada por Solange Farkas. Assim que o ciclo se fechar, ele recomeça, com o advento de uma nova programação.

Agencia Estado,

14 de agosto de 2001 | 20h49

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.