Ulrich Perrey/EFE
Ulrich Perrey/EFE

Mark Owen, do 'Take That', está em clínica de reabilitação

A internação aconteceu após Owen confessar publicamente que tem problemas com álcool

EFE,

13 de março de 2010 | 16h37

Mark Owen, um dos integrantes do grupo musical "Take That", se internou numa clínica de reabilitação após confessar publicamente que tem problemas com álcool, e que foi infiel à mãe de seus dois filhos durante anos. "Posso confirmar que Mark se internou sexta-feira numa clínica particular", disse um porta-voz do cantor.

 

A notícia chega após uma semana em que Owen, de 38 anos, relatou seus problemas numa série de entrevistas ao jornal sensacionalista "The Sun". "Tive problemas durante muito tempo. Bebi muito nos últimos 10 anos e a situação chegou a um ponto preocupante", disse o cantor, cujas confissões nesta "série" começaram quando revelou que foi infiel à esposa Emma Ferguson "pelo menos dez vezes", todas antes de se casarem.

 

"Lamento profundamente a dor que minhas ações causaram à minha família e aos meus amigos. Quero pedir à imprensa que respeite a privacidade da minha mulher e filhos durante estes momentos difíceis", disse o artista.

 

Previamente aos problemas com o álcool, Owen disse ao "The Sun" que "odiava a si mesmo" por ter enganado sua mulher, com a qual se casou em outubro passado num castelo da Escócia após cinco anos de relação e dois filhos em comum, um de três anos e outro de um.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.