Mario Vargas Llosa escreve última parte de trilogia

O escritor peruano Mario Vargas Llosa revelou nesta terça-feira, 17, que está escrevendo um novo romance para encerrar a trilogia iniciada com Elogio da Madrasta (1988) e que continuou com Os Cadernos de Don Rigoberto (1997).O provável título será As Cartas de Dona Lucrecia, explicou Vargas Llosa em uma entrevista à emissora mexicana W Rádio. O novo livro, acrescentou, vai ter os mesmos personagens que os dois anteriores.O romancista disse na entrevista que "não há muitos intelectuais latino-americanos hoje dia" e criticou o fato de que "os escritores e artistas desprezam a participação cívica e a vida política"."O intelectual está desaparecendo", disse Vargas Llosa. Ele não soube dizer se o fenômeno é momentâneo ou permanente, mas acha que é a marca de "uma diferença de geração muito grande".O escritor afirmou que também os jovens, em geral, têm muito menos participação nas esferas social e política que em gerações anteriores. "Em alguns casos as razões são positivas, porque há democracias onde antes havia ditaduras, e como há democracia os escritores se dedicam a escrever, os pintores a pintar, os músicos a compor e podem se dar ao luxo de se desinteressar da vida cívica", analisou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.