Mário Chamie lança hoje "A Palavra Inscrita"

Mário Chamie lança hoje, a partir das 18h30, na Livraria Cultura (Conjunto Nacional, Av. Paulista, 2.073), seu novo livro de ensaios A Palavra Inscrita. Na obra, o autor examina e interpreta aspectos inexplorados ou pouco comuns de escritores nacionais e estrangeiros, como Machado de Assis, Euclides da Cunha, Francis Ponge e Lévi-Strauss, Gilberto Freyre, Augusto dos Anjos. Este é o 13.º livro do poeta e ensaísta, que publicou ensaios também nas obras Intertexto (1970) e A Transgressão do Texto (1972). Como poeta é conhecido como um dos principais dissidentes do Concretismo, ao criar no finaldos anos de 1950 a poesia-práxis. Sua principal obra nesta linha foi publicada em 1962, Lavra Lavra, que instaurou o "poema-praxis" e recebeu o Prêmio Jabuti, concedido pela Câmara Brasileira do Livro, naquele ano. Formado em Direito, foi também secretário municipal da Cultura entre 1979 e 1983.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.