Mario Benedetti lança novo livro de poemas

O escritor uruguaio Mario Benedetti apresentou na quarta-feira, em Montevidéu, seu último livro de poemas, El Mundo que Respiro. Sentado tranqüilamente num café da capital uruguaia, o autor leu, na noite desta quarta-feira, alguns poemas do novo livro e autografou exemplares. Benedetti, com 80 anos, alcançou a popularidade em 1956 com a publicação de Poemas de la Oficina, uma de suas obras mais conhecidas, e com La Tregua (1960), sua mais famosa obra no exterior, traduzida para 19 idiomas.O escritor, que passa os verões no Uruguai e o resto do ano em Madri para evitar ataques de asma, definiu o novo livro como o mais existencial e menos político de sua obra. Benedetti diz, em um dos novos poemas, que "com sorte e com amores tudo se aprende (...) que a memória é um cântaro prolixo (...) e, sobretudo, que a vida mesma é o que vale: ainda que esse ar contaminado de sujeira, indultos e falsas alegrias é o ar que nos permite estar vivos".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.