Marido de Caroline de Mônaco multado por agressão

O príncipe Ernst August de Hanover, marido de Caroline de Mônaco, foi condenado hoje por agredir, quando estava bêbado, o dono de um hotel no Quênia e terá de pagar uma multa de ? 445 mil, cerca de US$ 587 mil.Uma corte estadual de Hanover concluiu que o príncipe agrediu Josef Brunlehner, dono de um hotel em Lamu Island, com um objeto metálico em janeiro de 2000, causando "ferimentos potencialmente letais". Brunlehner depôs hoje que Ernst August bateu nele com um objeto metálico no peito e no abdome, causando diversos hematomas, além de gritar com ele. Os ferimentos precisaram ser tratados em um pronto-socorro, disse Brunlehner.O príncipe lamenta o incidente, mas não estava totalmente consciente por ter bebido, disse o advogado dele, Jochen Heidemeier, à corte. Ernst August, de 50 anos, é uma pessoa "que se solta sob a influência do álcool e perde o controle de suas ações" e que "o príncipe não poderia afirmar" que alguém lhe deu o objeto com o qual feriu Brunlehner, disse o advogado. A acusação concordou com esses argumentos, rejeitando um pedido dos advogados do dono do hotel de pedir a prisão de Ernst August.O príncipe, um parente distante da rainha da Inglaterra Elizabeth II e bisneto do último imperador alemão, Guilherme II, já teve problemas com a lei antes. Ele foi multado por atacar um fotógrafo alemão em 1999 e teve sua carteira de habilitação suspensa por um mês no ano passado por andar acima do limite em uma rodovia francesa. Em 2000, Ernst August causou confusão depois que fotos divulgadas na imprensa mostravam ele urinando na porta do pavilhão turco da Feira Mundial de Hanover.

Agencia Estado,

25 de novembro de 2004 | 16h25

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.