Marcos Palmeira é assaltado no Rio

O ator Marcos Palmeira foi assaltado na madrugada de ontem na Estrada do Joá, zona sul do Rio de Janeiro, por cinco bandidos armados com metralhadoras, que levaram seu carro importado e pertences pessoais. Palmeira ia da Barra da Tijuca, zona oeste, onde mora, para a Gávea, zona sul, onde jantaria com amigos.A ação ocorreu por volta de meia-noite. O bando, que estava dentro de um Escort cinza, interceptou o carro do ator perto de São Conrado e o fizeram descer do carro, um Pajero azul marinho, onde ficaram seu telefone celular, documentos e outros objetos. ?Primeiro, tiraram meu relógio. Foi tudo muito rápido, durou menos de um minuto?, contouPalmeira, que já havia estranhado a aproximação do Escort. ?Eles me ultrapassaram algumas vezes.? O ator, que interpreta o pescador Guma da novela das 20 horas da Rede Globo, acha que foi reconhecido pelos ladrões. Ele contou que teve deusar a estrada porque o Túnel do Joá estava interditado para obras. Antes de roubá-lo, o bando havia bloqueado a estrada e roubado outro carro, após render a jornalista Letícia Coimbra, que ia da Barra da Tijuca para casa com o marido.Palmeira chegou até a 15ª Delegacia Policial (Gávea), onde foi registrado o assalto, depois de conseguir uma carona na estrada. Na delegacia, ele foi acompanhado pela atriz Alessandra Negrini, embora a assessoria de imprensa negue que eles estivessem juntos no carro. O artista disse não ter ficado traumatizado com o roubo. ?A partir deagora, vou procurar ficar mais atento. A gente nunca sabe o que vai acontecer e o melhor é ostentar o mínimo possível?, afirmou. ?Mas nãoquero ficar paranóico.? A Polícia Militar informou que havia uma blitz para coibir assaltos na Estrada das Canoas, próximo ao local do crime, mas ressalvou que ospoliciais não viram o roubo do carro de Marcos Palmeira. O Comando de Policiamento da Capital divulgou que o policiamento seria intensificadona noite de ontem. O carro do ator está sendo procurado em favelas próximas. O delegado-titular da Delegacia de Repressão a Roubos e Furtos de Automóveis (DRFA), Allan Turnowski, chamou o ator para ajudar na confecção dos retratos-falados dos ladrões.Palmeira havia sido vítima da violência em dezembro do ano passado, quando o administrador de sua fazenda, Rildo de Oliveira Gomes, de 37anos, foi assassinado com um tiro na testa por dois homens, depois de um assalto. Gomes era amigo de infância do ator. Os criminosos roubaramR$ 17 mil, que seria usado para pagar o salário dos 28 funcionários da fazenda, localizada na Região Serrana do Estado, além da picape Toyotado administrador.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.