Marcos Paiva eleva Edison Machado

Baixista lança álbum primoroso em nome do batera nº1

JULIO MARIA, O Estado de S.Paulo

28 Janeiro 2012 | 03h08

E um baixista lembrou de Edison Machado. Baterista dos mais vitais à existência da bossa nova, o homem que reduziu todas as divisões de uma escola de samba às sete peças de uma bateria e lhe deu leveza, ensinando o samba a falar inglês para poder flertar com o jazz, Machado ganha um tributo de altíssimo calibre das mãos de um especialista em música brasileira.

Marcos Paiva, contrabaixista de pegada vibrante e currículo farto, ao lado de seu MP6 (que tem Edinho Santana ao piano, Cássio Ferreira ao sax, Daniel de Paula na bateria, Jorginho Neto no trombone e Daniel D'Alcântara no trompete) faz uma celebração a um dos maiores nomes a sair do seminal Beco das Garrafas no início dos anos 50. O show liderado por Marcos será na próxima quinta-feira, no Teatro do Sesc Pompeia. Meu Samba no Prato - Tributo a Edison Machado, nome do álbum e do show, traz temas vibrantes conduzidos por virtuosismos de um time que, mesmo esbanjando técnica, sabe tocar um para o outro.

Lembrar de Edison Machado, por si só, já seria um mérito, mas o curioso é que o baterista não é mencionado apenas na condição de baterista, mas como uma das cabeças pensantes mais importantes daqueles anos de Beco.

Os temas trazem uma estética pré bossa, da era em que grupos instrumentais ferviam sobretudo em São Paulo. É a brasilidade de sopros que oram soam direto da gafieira, ora de uma trilha de cinema, sempre sustentados por uma pegada pulsante. E fica quase que limitador associá-lo só a um período da música brasileira.

Marcos Paiva vai em seu bonde, mas não o copia. Faz uma Aquarela do Brasil livre, de tempos flutuantes. E ataca os temas Edison # 3, 2, 6 e 5 com fúria ou com doçura. O momento de um dos grandes baixistas da nova safra se faz com um projeto de tributo, mas original e digno de aplausos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.