Marco Nanini passa por cirurgia no Rio

O ator Marco Nanini, que vive o personagem Lineu na série da Rede Globo A Grande Família, sofreu uma intervenção cirúrgica hoje pela manhã na Clínica São Vicente, no Rio. Segundo boletim médico, o ator apresentava "compressão da medula espinhal cervical por osteoartrose, que se manifestava por redução dos movimentos do membro superior esquerdo".Ainda de acordo com o boletim assinado pelo neurocirurgião Paulo Niemeyer Filho e pelo cardiologista Cláudio Domênico, o ator encontra-se lúcido, estável clinicamente e em recuperação na Unidade de pós-operatório. É provável que o ator permaneça um mês longe das gravações.Marco Antônio Barroso Nanini tem 58 anos e nasceu no Recife, em 31 de maio de 1948. Em 40 anos de carreira, o ator é um dos mais talentosos e completos artistas de sua geração: dirige, atua, escreve e canta. Nas novelas da televisão, nos palcos do teatro ou nas telas do cinema, o ator já fez de tudo um pouco. Atuou nas Novels O Cafona, Gabriela, Elas por Elas, minisséries como Invenção do Brasil e Brava Gente.Constam de sua vasta carreira teatral desde o musical O Corsário do Rei, de Augusto Boal, em 1985 e A Bandeira dos Cinco Mil Réis, de Geraldo Carneiro, em 1986, até Kean, de Jean-Paul Sartre, em 1995 e sua brilhante atuação no monólogo Uma Noite na Lua, escrito e dirigido por João Falcão, com o qual conquistou os prêmios Sharp e Mambembe, e que ficou em cartaz de 1998 a 2000. Famosa também a dupla cênica criada com a atriz Marieta Severo, em 2002, com a peça Quem Tem Medo de Virgínia Woolf?, e que prossegue até agora, na televisão.Nos cinemas está em cartaz o filme Irma Vap - O Retorno (2006), dirigido por Carla Camurati. Trata-se de uma adaptação para as telas de O Mistério de Irma Vap, peça do americano Charles Ludlan, que ficou por 11 anos em cartaz no Brasil. Comandam a cena, tanto no teatro como no cinema, os atores Marco Nanini e Ney Latorraca. Nanini já havia atuado na estréia de Carla Camurati no cinema, com o filme Carlota Joaquina, princesa do Brasil, de 1995. No cinema, atuou ainda em Lisbela e o Prisioneiro, de Guel Arraes e O Xangô de Backer Street, de Miguel Faria Jr., entre outros.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.