Marco Maciel toma posse hoje na ABL

Quatro meses depois de eleito para a cadeira 39 da Academia Brasileira de Letras (ABL), substituindo o jornalista e empresário Roberto Marinho, o senador Marco Maciel (PFL-PE) toma posse hoje com planos definidos para sua atuação na Casa de Machado de Assis. Apesar de ter se destacado como político (foi presidente da Câmara, governador de Pernambuco, vice-presidente duas vezes e ministro da Educação e da Casa Civil), sempre atuou na área da cultura. "Que entendo com um sentido mais amplo, englobando educação, ciência e tecnologia. O Brasil avançou nessa área no governo de Fernando Henrique Cardoso, mas ainda há muito por fazer", diz ele, autor de quatro livros sobre política e educação e professor de Direito Internacional na Universidade Católica de Pernambuco.A instalação da unidade do Centro Cultural Banco do Brasil no Recife está entre seus feitos. "Quando inauguraram o do Rio, achei normal porque lá ficava a antiga sede do banco, mas quando chegou a São Paulo reivindiquei que o Nordeste também tivesse seu CCBB." Na ABL, pretende expandir essa atuação. A luta da Academia pelo incremento do ensino de português e literatura na escola fundamental e média é uma das bandeiras que Maciel pretende abraçar. Com a entrada de Maciel, são 22 pernambucanos na Academia.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.