Marchand norueguês deixa US$ 40 mi aos Médicos Sem Fronteiras

Um marchand de arte norueguês deixouuma fortuna no valor de 20 milhões de libras (39,4 milhões dedólares), incluindo obras de Pablo Picasso e Henri Matisse, àONG francesa Médicos Sem Fronteiras (MSF). O grupo informou que a doação feita por Haaken A.Christensen, morto no início deste ano, é a maior já recebidapela MSF. Parte dela será usada para dar assistência médica amigrantes do Zimbábue que estão fugindo da crise em seu país,disse o grupo. A Sotheby's vai vender a coleção de arte moderna econtemporânea de Christensen numa série de leilões este ano eprevê que as obras levantem mais de 8 milhões de libras. Christensen tinha uma galeria de arte bem-sucedida e montouuma coleção pessoal que incluía 46 obras de Picasso, além deoutros grandes artistas da mesma época, como Matisse, FernandLeger e Georges Bracque. Entre as obras que serão leiloadas está um retrato daamante e companheira artística de Picasso, Dora Maar, previstopara render entre 3 e 5 milhões de libras. A tela vai a leilãoem 25 de junho.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.