Divulgação
Divulgação

Marcelo Tas lança livro com 'pérolas' do presidente Lula

'Nunca Antes na História desse País' chega às lojas em novembro com frases famosas do petista

Agência Estado,

26 de outubro de 2009 | 10h33

É de domínio público que o presidente Lula tem o talento nato de palpitar sobre qualquer coisa. De religião a Corinthians, variam os temas das famosas "pérolas presidenciais". Jornalista e líder do programa "CQC", Marcelo Tas se lançou ao desafio de catalogá-las em livro, a começar pelo título, "Nunca Antes na História desse País", frase mais usada por Lula em seus sete anos de governo.

Tas diz que se Lula é um animal político por instinto, é também filósofo de crises, economista de primeira viagem, marqueteiro de campanha, advogado de ex-inimigos. Nas horas vagas, tem seus momentos de técnico de futebol, turista e até de comediante de stand up. Cada uma dessas facetas, sob a ótica do humorista, vira um capítulo do livro. "Isso é fascinante no Lula. Se ele encontrar um tema do qual não entende, comenta de qualquer jeito", fala Tas, que vai lançar a obra no início de novembro. "Aliás, Lula gosta principalmente de falar do que não sabe."

Cada frase destacada ganhou um breve comentário bem-humorado. Mas o autor se apressa em dizer que o livro não tem pretensões políticas. "Não é algo ressentido ou partidário, não ataco gratuitamente o presidente, o PT ou seus dogmas", explica Tas. O prefácio é assinado pelo jornalista José Simão, difusor do 'lulês'. "Simão me perguntou se queria um texto a favor ou contra o Lula", lembra Tas. "Eu disse a ele que é um livro a favor do contra."

Imerso nas divagações presidenciais, Marcelo Tas não esconde que o mais difícil foi lidar com as mudanças de opinião do presidente. "Às vezes ele tem uma grande sacada, mas vai repetindo a piada, deformando, e por fim acaba mudando completamente de ideia sobre o assunto", aponta. "A crise econômica passou de 'marolinha' a 'muito séria'", completa Tas.

 

A solução foi dar à 'bipolaridade' do político um belo destaque. O autor criou o capítulo Lula Metamorfose Ambulante, brincadeira que resulta em uma das seções mais saborosas do livro. O nome saiu de uma estranha descoberta durante a pesquisa. "Lula tem muito em comum com Raul Seixas. Os dois nasceram em 1945, deram um salto na carreira nos anos 70 e depois estouraram: Raul vendeu milhões de discos e Lula se tornou o Lula." As informações são do Jornal da Tarde.

Tudo o que sabemos sobre:
livrohumorMarcelo TasLulapresidente

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.