Maratona do "Big Brother Brasil" começa amanhã

A partir desta terça-feira, a Rede Globo coloca no ar, depois da novela O Clone, seu aguardado reality show Big Brother Brasil. A expectativa em torno do game global é grande nesta fase pós-Casa dos Artistas. São 12 participantes desconhecidos do público, que permanecerão numa casa durante 54 dias. Eles serão "vigiados" por 38câmeras e 60 microfones durante 24 horas.Cerca de 500 mil pessoas inscreveram-se para participardo programa, via Internet e cartas. "Recebi muito materialcriativo, até vídeos em que a pessoa encenava um strip-tease",comenta a diretora de Jornalismo, Eugenia Moreyra. Segundo odiretor-geral do programa, José Bonifácio de Oliveira, o Boninho, a primeira triagem, de 12 mil pessoas, foi feita por idade eregião."Depois, houve uma pré-seleção do material com fotos euma equipe de dez jornalistas partiu para contatos telefônicos ecaptação em vídeo", completa o diretor. "Após essa etapa, foirealizada uma sessão de entrevistas com os diretores do programa, um psicanalista e alguns profissionais da equipe de Jornalismo." Restaram 60 finalistas.A partir de então, Eugenia Moreyra afirma ter levado emconta três elementos: carisma, coragem e criatividade. Sobre ofato de boa parte dos candidatos ser modelo, o diretor Boninhosai pela tangente. "É mera coincidência, selecionamos para oBig Brother como se estivéssemos convidando pessoas para umafesta. Tem gente de todos os tipos", garante.Cachê - Boninho não gosta muito de usar a palavra"cachê", mas assume que os candidatos ganharão um certo"bônus" pela participação no Big Brother. Ele explica queesse bônus começa com um valor de R$ 500, que vai aumentando deacordo com o tempo em que o participante ficar na atração."Começa com R$ 500,00, e vai subindo R$ 500,00 por semana. Se ocara ficar duas semanas, ganhará R$ 1 mil, se ficar quatro,ganhará R$ 2 mil, e assim vai", explica. "Não é um cachê,pois ninguém lá é artista contratado, é só um bônus paraincentivar."Boninho explica que o máximo que um candidato pode levarde bônus é 1% do prêmio final, que é de R$ 500 mil, portanto, R$5 mil. Mas, corre nos bastidores da emissora que o tal "bônus"pode ser muito mais do que isso, dependendo do sucesso doprograma.Apesar de defender que o Big Brother Brasil nada tema ver com o Casa dos Artistas, do SBT, a Globo vaiapelar para um dos recursos do concorrente: o uso de famosos noprograma. Os artistas vão interagir com os participantes. E porfalar em Casa dos Artistas, o Supremo Tribunal de Justiça(STJ) negou à TV Globo o pedido de reconsiderar a decisão dopresidente do Tribunal, o ministro Paulo Costa Leite, quegarantiu ao SBT a exibição de seu reality show.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.