Maratona da moda chega ao final

Chega ao fim hoje o maior evento de moda da América Latina, encerrando os lançamentos Primavera/Verão 2000- 2001 com um dia dedicado à moda masculina. O evento, que durou sete dias, com 26 desfiles, tem investimento de R$ 3, 6 milhões e fez sua maior edição, com presença de um grande número de jornalistas internacionais. Os desfiles têm início às 16 horas, com Alexandre Herchcovitch, um dos estilistas mais comentados do evento, que fez uma coleção feminina surpreendente. Na seqüência, Fause Haten e Ellus se apresentam e, para finalizar, Ricardo Almeida. O estilista coloca na passarela o ator Marcello Antony e o apresentador Luciano Huck. "Vou desfilar dois ternos, um branco e um preto", adianta Antony.A exclusividade de Ricardo Almeida, que desde a primeira edição do Morumbi Fashion se apresenta como único representante de moda masculina acaba. Mas certamente ele ainda continua exclusivo no segmento mais sofisticado. O homem de Almeida é contemporâneo e moderno mas não deixa de lado os ternos de acabamento impecável, sua marca registrada.Antony - que assistia o desfile da Cia. Marítma, ontem, ao lado da mulher - veio exclusivamente para desfilar para o estilista. O ator, que vestia uma calça vermelha esportiva e um gorro, disse ter um estilo de acordo com o humor do dia, que pode ser largado, elegante ou clássico. "Agora estou vestido em estilo para esconder a careca", brincou. Os desfiles, que abrem pela primeira vez o dia temático de moda masculina, mostram homens distintos: Alexandre Herchcovitch faz uma moda masculina de vanguarda; Fause procura um estilo mais sensual e a Ellus prima pelo que mais sabe fazer, os básicos reinventados, como jeans, couro, camisetas - uma moda essencialmente urbana.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.