Manuscrito de Hemingway deve ser leiloado por US$125 mil

Uma prova assinada de um dos romancesmais notáveis do escritor norte-americano Ernest Hemingway,"Por Quem os Sinos Dobram", será leiloada e deve ser vendidapor 125 mil dólares. As Galerias Swann afirmaram que as provas incluem ediçõesescritas à mão por Hemingway, assim como uma dedicatória paraMartha Gellhorn --que depois se tornou a terceira de suasquatros esposas. Também há uma inscrição para o amigo eempregado Toby Otto Bruce. Uma porta-voz das Galerias Swann, que vai leiloar o livroem 29 de novembro, disse que o rascunho passou pela família deBruce. Uma estimativa pré-leilão de 75 mil à 125 mil dólares. Bruce trabalhou como motorista, secretário e faz-tudo deHemingway em Key West, Florida. Ele também corrigiaregularmente as provas para Hemingway e leu "Por Quem os SinosDobram", que se passa durante a Guerra Civil Espanhola, nomomento em que cada capítulo era escrito. A dedicatória de Hemingway, que cometeu suicídio em 1961, éa seguinte: "Para Otto, com muito afeto e profunda estima portudo o que ele fez para concluir este livro". A prova do romance de 1940 vem junto com uma capa decamurça feita à mão usada por Hemingway para protegê-laenquanto ele viajava e é assinada por Hemingway na parteinterna. (Por Belinda Goldsmith)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.