AFP
AFP

Manuscrito de Harry Potter é roubado na Inglaterra

Avaliado em cerca de U$ 32 mil, a obra estava em uma propriedade em Birmingham

O Estado de S.Paulo

12 Maio 2017 | 06h24

Uma pré-sequência raríssima de Harry Potter, escrita à mão pelo autora J.K. Rowling em um cartão postal, foi roubada durante um assalto no centro da Inglaterra, informou a polícia nesta sexta-feira, 12, quando pediu ajuda aos fãs da obra.

A história de 800 palavras, que acontece três anos antes de Harry Potter nascer e que foi vendida por cerca 25 mil libras (cerca de U$ 32 mil) em um leilão beneficente em 2008, foi roubada de uma propriedade em Birmingham entre 13 e 24 de abril.

"As únicas pessoas que comprarão essa peça original são os verdadeiros fãs de Harry Potter. Estamos apelando para que qualquer pessoa que veja ou receba oferta do item, entre em contato com a polícia", disse o agente Paul Jauncey da Polícia de West Midlands.

   

Escrita à mão sobre dois lados de um cartão A5, o manuscrito sem título apresenta os personagens Sirius Black e James, o pai de Harry. A história abre com um Sirius jovem e James encurralado por dois policiais furiosos no final de uma corrida de motocicleta de alta velocidade.

 

Depois de uma troca de palavras com os policiais, os dois adolescentes fazem sua fuga usando um toque de magia. O cartão conclui com as palavras "do prequel eu não estou trabalhando em - mas isso foi divertido!"

  

Mais de 450 milhões de cópias dos sete livros originais de Harry Potter foram vendidas em todo o mundo em 79 idiomas. A franquia de cinema arrecadou mais de US $ 7 bilhões em todo o mundo. /Reuters

Mais conteúdo sobre:
Harry Potter Inglaterra

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.