Manuscrito de Céline é encontrado

Perdido desde 1943, o manuscrito original de Viagem ao Fundo da Noite, de Céline (1894-1961), foi reencontrado em Paris. Céline, ele mesmo, vendeu a peça em 1945 por 10 mil francos e um quadro de Renoir. Essa era a primeira versão do romance, cheia de anotações, com um total de 876 páginas. Essa versão foi seguida de uma outra, dessa vez datilografada, reduzida, que resultou na publicação do livro, em 1932. Na época, a obra provocou intensos debates. Apesar das críticas de ser um livro que buscava chocar a qualquer preço, recebeu elogios tanto da direita quanto da esquerda, inclusive do revolucionário russo Leon Trotski. O manuscrito reencontrado deve ser leitoado em abril.

Agencia Estado,

03 de fevereiro de 2001 | 15h19

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.