Manuscrito de Breton bate recorde em leilão

Embora sob protestos da classe intelectual francesa, manuscritos originais do escritor francês André Breton foram à leilão e superaram as expectativas em seu arremate. O manuscrito original de Arcano 17, publicado no Brasil na década de 70, tinha seu preço estimado em 150 mil euros. Depois de um disputado leilão na capital francesa, o livro, um dos grandes exemplos da literatura surrealista praticada por Breton foi arrematado por 750 mil euros.Arcano 17 foi vendido no quinto dia do polêmico leilão dos "tesouros" acumulados pelo escritor. Mas os intelectuais franceses podem respirar aliviados. Os manuscritos foram vendidos para a biblioteca literária Jacques Doucet, de Paris, que já possui uma importante coleção de originais e edições do surrealismo. Trata-se do preço recorde de venda desde que começaram os leilões da coleção André Breton na segunda passada. Arcano 17 é um dos textos mais significativos do surrealismo e, como diz em seu estudo o especialista René Alleau, trata-se sem "dúvida do manuscrito original ignorado de uma obra-prima célebre".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.