Manuscrito de Borges está à venda em Frankfurt

O manuscrito original de ABiblioteca de Babel, de Jorge Luis Borges, é talvez a maior atraçãoda nova seção de livros antigos da Feira de Frankfurt, que abriu suas portas ao público hoje.O livreiro John Wronoski, proprietário do sebo Lambe Duck Books de Cambridge, pede pelas oito páginas do conto de Borges, escritas em um caderno de contabilidade, com muitas correções e palavras sublinhadas, a "módica" quantia de 390 mil euros."Há muita pessoas que querem comprar o manuscrito. O problema é que não é qualquer um que tem os 390 mil euros", disse Wronoski.O manuscrito chegou às mãos de Wronoski depois que seu proprietário, um colecionador particular argentino que tinha recebido o texto do arquivo da revista Sur, decidiu vendê-lo."Se não vender o manuscrito agora, não tem problema. Sei que em cinco anos o preço terá triplicado", acrescenta o livreiro, que considera que o original de A Biblioteca de Babel é provavelmente o manuscrito mais valioso do século 20 em posse de um colecionadorParticular.Ao pensar em um possível comprador, Wronoski gostaria que um banco ou uma instituição semelhante comprasse o manuscrito para doá-lo à Biblioteca Nacional de Buenos Aires ou à BibliotecaNacional de Madri.Wronoski possui outros manuscritos de Borges, mas, por não possuírem a fama de A Biblioteca de Babel, seus preços são menores. O original do ensaio La Tierra Cárdena, por exemplo,custa 37,5 mil euros.O único manuscrito conhecido como Leyenda Policial, um contopublicado originalmente na revista Martin Hierro, em 1927, custa150 mil euros.A nova seção de livros antigos abre a Feira de Frankfurt a um novo tipo de público e de especialistas, cujo interesse não são as novidades editoriais, nem a quebra dos direitos autorais, mas a magia que emana de uma edição ou de um manuscrito original.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.