Manoel Carlos lança livro de Silvino

Sempre optando por misturar ficção com realidade, o autor Manoel Carlos já prepara sua próxima cartada para a novela Laços de Família. Até janeiro, o livro que o ator Flávio Silvino escreveu sobre sua dramática experiência - em 1993 ele sofreu um acidente de carro que quase tirou sua vida - será lançado dentro da trama da Globo. Na novela, o livro relata a história de Paulo, personagem vivido por Silvino, e que passou por um drama semelhante.Em Laços de Família, Paulo sofreu um grave acidente de carro que culminou com a morte de sua mãe. Na vida real, o ator viveu uma tragédia parecida em 1993, mas que não teve vítimas fatais. A data do lançamento da obra ainda não está definida. Faltam apenas alguns acertos com as editoras interessadas."Ainda não sei quando vai sair o livro, pois estou procurando acertar com uma editora que me garanta a publicação até o final da novela. Algumas editoras interessadas só podem lançar o livro em março ou abril de 2001, por uma questão de estratégia. Eu gostaria que o livro fosse lançado até janeiro", conta Manoel Carlos. Quanto a ficção misturar-se a realidade, ele confessa que adora usar o recurso. Como foi o caso da atriz Inês Viana, que interpreta Márcia, telefonista da clínica de Helena (Vera Fischer). "Ela foi operada de um descolamento de retina. Na novela, a ausência dela foi justificada com a verdade. A Márcia afastou-se pela mesma razão que a Inês".O título do livro ainda está sendo resolvido pelo próprio Silvino, que já tinha a obra pronta quando começou a gravar a novela. "Ele encontrava dificuldade para editá-lo. Desinteresse mesmo. Agora é diferente. Acho que o livro vai ajudar muito outras pessoas, porque são poemas e pequenos textos que contam sua experiência pessoal enfrentando o seu drama. Isso sempre é educativo."Quando começou a escrever Laços de Família, Manoel Carlos criou o personagem Paulo especialmente para o jovem ator, que ganhou fama como o vampiro Matozinho na novela Vamp. "Claro que o personagem foi escrito para o Flávio. Caso contrário daria o papel a um ator que fingisse ter os problemas dele. Ele é de verdade. Novamente misturo ficção com realidade", diz ele, exemplificando : "Os exercícios que ele realiza com a fisioterapeuta e a fonoaudióloga são os mesmos que ele faz em casa, na vida real", e confessa ainda: "O nome do personagem é uma homenagem ao pai dele, o humorista Paulo Silvino."Entre Três Amores - Manoel Carlos revela que ainda não decidiu qual será " o destino sentimental" de Paulo na novela. "A Capitu (Giovana Antonelli) é uma opção. A Isabel (Cíntia Benini) é outra. Uma terceira é a Pat (Juliana Silveira), que já declarou no início da novela que não teria um caso com ele por preconceito. Estou resolvendo..."O autor conta ainda que está preparando novas visitas à Livraria Dom Casmurro. "A livraria é o meu cenário predileto. Teremos escritores circulando por lá durante os meses de dezembro e janeiro", garante.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.