Manifestantes ocupam Secretaria de Cultura de Santo André

Grupo se mobiliza contra a crise na ELT - Escola Livre de Teatro

O Estado de S. Paulo

18 de novembro de 2013 | 20h44

A sede da Secretaria de Cultura de Santo André foi ocupada hoje de manhã por cerca de 30 manifestantes. Alunos da ELT - Escola Livre de Teatro protestavam contra o sucateamento da instituição de ensino: os salários estão atrasados, a infraestrutura do prédio apresenta problemas e o projeto pedagógico vem sofrendo intervenções.

Criada em 1990, durante a gestão do prefeito Celso Daniel (PT), a escola é considerada uma referência no Estado. De acordo com estudantes e professores, as atividades estão interrompidas desde outubro. A secretaria de Cultura da cidade nega a intervenção.

A ocupação da secretaria foi pacífica, com pessoas cantando e portando faixas de protestos. O secretario de Cultura Raimundo Taraskevicius Salles não se pronunciou. Mas havia a promessa de que o governo receberia uma comissão de manifestantes.

Entre as reivindicações dos alunos estão a publicação de um edital para a contratatação de professores, o pagamento dos vencimentos atrasados dos funcionários, a elaboração de uma lei que garanta um orçamento para a instituição, além da reforma do edifício.

Uma nova manifestação já foi marcada para amanhã. Os aprendizes realizarão uma passeata, que deve sair do Teatro Conchita de Moraes, na praça Rui Barbosa, às 13h, e seguirá até a Secretaria de Cultura.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.