Malvada Paulinha ganha final feliz

Até que demorou. Só agora, às vésperas do fim de Mulheres Apaixonadas, a antipática Paulinha (Ana Roberta Gualda) ganhou um presentinho dos internautas. O site www.euodeioapaulinha.blogger.com.br já está no ar, lotado de manifestações nada carinhosas para a personagem. Não é de hoje que as moças malvadas de Manoel Carlos fazem sucesso na Net. Maria Eduarda (Gabriela Duarte), de Por Amor, ganhou a mesma homenagem em 1997. Camila (Carolina Dieckmann) também enfrentou a fúria virtual por conta de suas chatices em Laços de Família, de 2001. Para alegria da torcida do contra, personagens arrogantes sempre recebem punições severas nas tramas de Manoel Carlos. Maria Eduarda perdeu o marido, Camila teve leucemia... Mas com Paulinha, o autor já mostra sinais de complacência: ela realizou o sonho de morar na mansão da amiga Marcinha (Pitty Webo) e ainda balançou o coração do irmão da menina. Ana Roberta diz sobre sua vilã: "Quero que ela seja feliz", declara. "Mas sei que o público não pensa assim. Vivo recebendo chacoalhões e broncas na rua". "Não sei o que vai acontecer com ela. Os capítulos não chegam com muita antecedência", desconversa. Mas dá uma pista: "Paulinha pode melhorar quando estiver feliz." Enquanto a virada não acontece, ela aprimora seus trejeitos de bad girl. O alvo preferido de Paulinha é o casal homossexual Clara (Aline Moraes) e Rafaela (Paula Picarelli). "A mãe da Clara tem razão. Se um dia eu tiver uma filha sapata, arrebento com ela até virar mulher!", disparou no colégio. Sobra veneno até para a diretora Helena ( Cristiane Torloni): "Se a Helena ficar viúva, com o fogo que tem, ela casa antes da missa de sétimo dia!" Paulinha é tão rabugenta, que o humorístico Casseta&Planeta inventou até um apelido para ela: Malinha Sem Alça. De tão convincente, há quem diga que a atriz anda repetindo, na vida real, o comportamento de sua personagem. Comenta-se, inclusive, que ela teria se envolvido em conflitos com colegas de elenco. "O clima é ótimo nas gravações. A gente se ajuda muito. Não posso me imaginar brigando com ninguém do elenco", diz.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.