Malu Mader é favorita entre celebridades nacionais

Lula, Malu Mader e Fernanda Montenegro. Essas são as três celebridades apontadas por uma enquete como as favoritas dos brasileiros. O estudo, realizado pelo instituto Qualisbest, foi inspirado no sucesso da novela Celebridade, de Gilberto Braga.Realizado entre os dias 31 de outubro e 9 de dezembro, a enquete sobre o folhetim e o impacto que esse mundo de celebridades tem sobre as pessoas colheu 494 opiniões, sendo 50% do sexo feminino e 50% do masculino.Perguntados sobre qual seria sua celebridade favorita, 14% dos entrevistados apontou atriz Malu Mader, seguida de Fernanda Montenegro, que foi indicada por 11% dos que votaram. Opresidente Lula vem em seguida, com 10%. Na lista também são citados: Antônio Fagundes, Daniela Cicarelli, Rodrigo Santoro, Gisele Bündchen, Silvio Santos, e outros.O estudo mostra que a trama das 9 da Globo faz mais sucesso entre as mulheres, já que na enquete, 57% das entrevistadas dizem assistir à novela, ante 35% de homens. Os dados do Qualibest também mostram a insatisfação do público comas cenas de nudez exibidas no início da trama. Metade dos entrevistados considera as cenas de nudez apelativas. Para 33%, as imagens são consideradas normais; 13% acha que são abusivas e3% se divertem com elas.Quanto o assunto é a vontade do entrevistado de setornar uma celebridade, os participantes não parecem ser muito sinceros: 61% deles dizem que não gostariam de virar celebridade ante 39% dos que gostariam. Entre esses que admitem apreciar a fama, 56% disseram que fariam pequenas loucuras para virar celebridades, assim como as personagens Darlene (Débora Secco) e Jacqueline (JulianaPaes).Fazer o possível para entrar em festas badaladas e estar sempre em busca de um acontecimento que desperte o interesse da TV são as tais "loucuras" mais citadas pelos entrevistados dispostos a tudo para conseguir notoriedade. Tirar a roupa paraum diretor de uma novela, por exemplo, é apontada por 12% dos participantes como uma tentativa válida de se conseguir 15 minutos de fama.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.