Tati Wexler
Tati Wexler
Imagem João Wady Cury
Colunista
João Wady Cury
Palco, plateia e coxia
Conteúdo Exclusivo para Assinante

Mais um Nick Payne na parada

A peça 'Se Existe Ainda Não Encontrei', dirigida por Daniel Alvim, estreia em 30 de setembro no Teatro Eva Herz

João Wady Cury, O Estado de S.Paulo

20 de julho de 2017 | 02h00

Agora é a vez de 'Se Existe Ainda Não Encontrei', peça que se tornou uma das obsessões do diretor Daniel Alvim. A conferir: George, o pai, está escrevendo um livro sobre pegadas de carbono. Fyonna, a mãe, é professora e está montando um musical, 'A Guerra dos Mundos', na escola em que sua filha estuda – esta é obesa e sofre bullying diariamente.

É nesse momento que o irmão mais novo do pai, Terry, reaparece. Todos têm problemas, claro, senão o teatro não teria função – viver em paz é para os fracos. Inédita no País, a peça tem elenco escolhido a dedo: Leopoldo Pacheco, Helena Ranaldi, Luciani Gatti e Lyv Ziese. Estreia 30 de setembro no Teatro Eva Herz, com sessões aos sábados e domingos.

Quem ama maltrata. Tratar de família, claro, não é privilégio de Nick Payne, nem mesmo é um de seus temas preferidos. Mas sempre dá pano pra manga. É o que percebeu o diretor Vinicius Piedade, que está lançando duas peças de um mesmo projeto: 'Lasanha de Berinjela queimando em fogo baixo'. A primeira é 'Pais e Filhos', sobre um pai advogado que faz uma visita-surpresa ao ateliê do filho artista. O que se vê a seguir é a tentativa de cada um, em seu teatro pessoal, encenar palavras que sejam compreendidas pelo outro.

A segunda montagem, 'Irmãos', também leva no texto a sua fúria uterina. Um irmão mais novo mostra para sua irmã, ambos escritores, seu novo romance. O tema é uma escritora frustrada e a referência é imediatamente entendida. Faz-se o caos.

As duas peças poderão ser vistas de agosto a setembro na SP Escola de Teatro, na Praça Roosevelt. 'Irmãos' estreia dia 5 de agosto, com sessões aos sábados e domingos; 'Pais e Filhos', começa temporada dia 7 de agosto e será apresentada às segundas, 21h.

E não maltrata pouco. Família também é o tema do ator e diretor Dionísio Neto, que volta com seu monólogo 'Carta ao Pai', de Franz Kafka. A peça trata do período em que Kafka estava internado no sanatório com tuberculose e queria fazer um acerto de contas com o pai opressor. Reestreia dia 4 de agosto no Teatro da Livraria Martins Fontes, na Avenida Paulista.

 

Onze por onze vezes um. Parece cabala e pode até ser. Mas o código acima reúne a homenagem que o Teatro de Contêiner fará no mês de agosto ao ator e diretor Dagoberto Feliz, do grupo Folias D’Arte, com as apresentações de 11 de suas montagens no teatro, que é formado por 11 contêineres. A mostra começa com 'Em Busca do Amor – Godspell Musical', nos dias 5 e 6 de agosto, e será encerrada com sua mais nova produção, 'O Dragão Dourado', nos dias 29, 30 e 31 de agosto.

  

Lorota contra o vento. Oportunidade única, dia 28 de julho, na sala da trupe Contadores de Mentira, em Suzano, um dos grupos paulistas mais longevos e sempre dedicado à pesquisa teatral. Será apresentada a montagem de 'Rumi: La Marcha de los Que se Van', espetáculo criado em parceria com a trupe equatoriana Contraelviento com apoio do Iberescena. Ainda tentamos espaço em São Paulo, mas até lá apresentam a montagem no Festival de Artes Vivas, da cidade de Loja, no Equador, e têm convites para viajar para Peru e Índia.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.