Mais um escândalo sobre Polanski

CANNES

, O Estado de S.Paulo

18 de maio de 2010 | 00h00

Havia em Cannes um movimento de solidariedade a Roman Polanski. Havia sido deflagrado, da Suíça, por Godard, que enviou uma carta a seus colegas cineastas, dizendo que não é digno que a Suíça ajude as autoridades norte- americanas que estão reabrindo o processo contra Polanski.

Mas um cataclismo abateu-se sobre a Croisette. A atriz Charlotte Lewis veio a público dizer que foi abusada por Polanski, que a forçou a ter sexo com ele, sabendo que era menor de idade. Polanski ameaça processar a atriz por difamação, mas o próprio Gilles Jacob, solidário com Godard (e cineasta polonês), reviu sua decisão. "Roman Polanski tem de ser responsável por seus atos", disse o presidente do festival. / L.C.M.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.